O que é possível aprender com as frustrações?

O que é possível aprender com as frustrações?

É necessário desenvolver a capacidade de lidar com as adversidades da vida

Passar no vestibular, a pressão de ter emprego e uma vida bem-sucedida, sair da casa dos pais, ter um relacionamento estável: o mundo que cobra cada vez mais dos jovens. Tanta cobrança faz com que eles, muitas vezes, tenham frustrações ao não conseguir percorrer o caminho no mesmo tempo de seus amigos e colegas. Existe alguma forma que minimize as consequências emocionais das expectativas não alcançadas?

Para Celso Lopes de Souza, educador e fundador do Programa Semente, o principal ponto a ser trabalhado é a resiliência, termo usado na engenharia, mas apropriado pelas ciências para designar a capacidade de sofrer impacto sem sofrer deformação permanente.

“Nas ciências humanas, é a capacidade de não apenas superar as adversidades, mas aprender com elas. A vida pode trazer fracassos e frustrações. Começar a percebê-los como fonte de aprendizado é uma forma de fomentar a resiliência”, diz o educador.

Uma pessoa que não consegue lidar com o término de um relacionamento, por exemplo, vai passar por muitos conflitos internos, mas precisa trabalhar para sair do estado de apatia e construir novas redes de contato.

Já o vestibulando precisa ter a consciência de que não deve estudar para passar, mas até passar. Isso muda completamente a perspectiva de como as adversidades são percebidas, pois leva em conta os erros como aprendizados.

“É preciso cada vez mais desenvolver a capacidade de se aprimorar. Nos próximos 15 anos o mundo será completamente diferente e as pessoas deverão se reinventar muito mais rápido. A tecnologia promoverá mudanças muito grandes. Por isso, a capacidade de resiliência é fundamental para saber lidar com as cobranças e frustrações”, conclui Celso Lopes.

2018-12-19T13:55:51+00:00 Semente na Escola|