Aprendizagem socioemocional pode ser iniciada em qualquer idade

Aprendizagem socioemocional pode ser iniciada em qualquer idade

Melhor método de introdução ao conteúdo varia de acordo com a faixa etária

Da mesma forma  como se aprende português e matemática, é possível ensinar a desenvolver habilidades socioemocionais, como empatia e autocontrole. E ao contrário do que a maioria pensa, esse aprendizado pode ocorrer em qualquer idade.

Para Eduardo Calbucci, professor e um dos criadores do Programa Semente, a introdução à aprendizagem socioemocional deve acontecer de maneira clara e objetiva. “A primeira coisa é o professor saber explicar aos alunos o que vai ser ensinado. Dizer isso para o estudante de maneira explícita é fundamental”.

Por exemplo, em uma aula sobre controle de raiva, é preciso entender a definição de raiva e como ela se estrutura a partir de nossos pensamentos. Essa discussão deve estar adequada à faixa etária de cada turma. Segundo Calbucci, a conversa com o estudante da Educação Infantil é diferente da abordagem com o quase adulto do Ensino Médio.

“É importante que o jovem saiba que o que vai aprender. Quando o professor deixa isso claro, ganha o aluno para esse tipo de reflexão”, completa Calbucci. A partir daí, é possível pensar em estratégias específicas para que os alunos não só entendam, como também aprendam a utilizar os domínios socioemocionais no dia a dia, durante toda a vida.

Como esses assuntos não costumam ser tratados em cursos de pedagogia e licenciatura, e a abordagem do aprendizado socioemocional ainda é algo novo nas escolas, o Programa Semente oferece um curso de formação inicial para os docentes, em que se discute como deve ser essa abordagem em sala de aula.

Conheça mais sobre o Programa Semente.

2018-11-26T11:51:22+00:00 Semente na Escola|