Mira

About Mira comunica

This author has not yet filled in any details.
So far Mira comunica has created 35 blog entries.
2 05, 2018

Como as escolas podem se adequar ao ensino das habilidades socioemocionais

2018-05-02T12:04:44+00:00 Semente na Escola|

Base Nacional Comum Curricular inseriu como obrigatório o ensino dessas competências na Educação Básica Uma das diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento que estabelece o conjunto de conhecimentos necessários para todos os alunos brasileiros, é a promoção do desenvolvimento da aprendizagem socioemocional. Tais competências incluem um espectro de capacidades que todos nós precisamos aprimorar a fim de lidar melhor com as próprias emoções. Como, no entanto, as instituições de ensino irão abordar um tema tão novo no Brasil? É fundamental que as instituições busquem se adequar à proposta por meio de projetos pedagógicos sérios. “Todo professor já discute temas socioemocionais no dia a dia”, argumenta Eduardo Calbucci, educador e um dos criadores do Programa Semente. O professor, de maneira empírica e intuitiva, por vezes atua com seus alunos no aspecto socioemocional, por exemplo, ao considerar fatores emocionais do [...]

27 04, 2018

Isto É: Uma opressão maior que a vida

2018-05-24T11:42:20+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: Isto É Casos de suicídios em escolas de São Paulo disparam um alerta na sociedade quanto à opressão em que vivem os adolescentes hoje, mostram a vulnerabilidade em relação ao sofrimento psicológico e impulsionam ações de conscientização para a prevenção desse mal que aflige o mundo todo A infelicidade extrema, a falta de esperança e a frustração com as vicissitudes inerentes à vida têm produzido um quadro alarmante na última década no Brasil: em média, 11 mil pessoas se matam por ano, um a cada 48 minutos, 30 por dia. Jovens com imensurável potencial para se destacar em inúmeras atividades estão decidindo por fim à própria vida bruscamente por não saber lidar com as opressões do mundo atual. Em vez de acalentar projetos, muitos interrompem seus sonhos com frequência inaceitável. Na semana passada, o tema ganhou visibilidade novamente no [...]

25 04, 2018

Como a aprendizagem socioemocional influencia o corpo docente

2018-05-24T12:09:31+00:00 Semente na Escola|

Aplicar os domínios do Programa Semente, como autocontrole e decisões responsáveis, gera impactos positivos na vida pessoal não só dos alunos, mas também dos educadores Quando a diretora Ana Cristina Gandara implantou o Programa Semente no Colégio Santa Teresinha, em Bady Bassit, no interior de São Paulo, ela percebeu que a aprendizagem socioemocional dos estudantes também influenciava na vida pessoal do corpo docente. “Foi um divisor de águas”, conta. Ao desenvolver questões como autoconhecimento, autocontrole, empatia, decisões responsáveis e habilidades sociais com os alunos, o professor deve mergulhar igualmente nos temas. “Ao preparar a aula, não há a possibilidade de o educador não experimentar o que irá instruir”, afirma Gandara. De acordo com Eduardo Calbucci, professor e um dos criadores do Programa Semente, o impacto positivo na equipe pedagógica é um efeito natural da metodologia. “Procuramos estar bem perto dos [...]

24 04, 2018

UOL: Suicídio de colegas: como falar do tema com jovens e evitar novos casos

2018-04-25T11:04:55+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: Universa - UOL Nas duas últimas semanas, dois estudantes do tradicional colégio paulistano Bandeirantes cometeram suicídio. Em nota à imprensa, a escola informou que não divulgará detalhes das mortes em respeito às famílias e que "tem realizado diversas ações direcionadas aos alunos, bem como à equipe pedagógica e aos funcionários para lidar com o ocorrido". No dia 19 de abril, um adolescente de 14 anos, do Colégio Agostiniano São José, de São Paulo, também tirou a própria vida. A proximidade dos casos reavivou a discussão sobre o suicídio de adolescentes. Entre 2012 e 2014, houve um aumento de 10% na taxa de suicídio de jovens entre 15 e 29 anos, segundo dados do Mapa da Violência. Veja mais...

24 04, 2018

Jornal O TEMPO: A pedagogia dos sentimentos

2018-04-25T11:05:20+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: Jornal O TEMPO Programa Semente utiliza a aprendizagem socioemocional para melhor performance acadêmica Genuinamente brasileiro. Assim é o Programa Semente, que aborda sentimentos, pensamentos, comportamentos e relacionamentos. Trata-se de uma metodologia que ensina a entender a mente e a plantar um futuro melhor, preparando crianças e jovens para lidar com a aprendizagem socioemocional, por meio do domínio das emoções. Os criadores do programa são o médico psiquiatra Celso Lopes de Souza e o linguista Eduardo Calbucci, ambos com grande experiência em educação. “Comecei minha carreira há 20 anos como professor, logo no início da graduação em medicina. Ao decidir entrar na psiquiatria, seguindo com o trabalho de professor, pude observar de perto o quanto os aspectos emocionais tinham impacto na vida dos estudantes e das pessoas”, comenta Celso. Veja mais...

24 04, 2018

Destak: ‘A melhor forma de prevenir o suicídio é falar sobre ele’

2018-04-25T11:03:45+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: Destak Escolas de elite registram três casos de suicídio entre alunos em menos de 20 dias; psiquiatra ouvido pelo Destak afirma que instituições de ensino devem abrir espaço de discussão sobre o tema O aplicativo SimSimi tem causado pânico e revolta entre pais e professores, que o acusam de estar incentivando jovens a cometer suicídio. O app - uma inteligência artificial que conversa com usuários e  aprende qualquer tipo de frase - ganhou repercussão após três estudantes de escolas tradicionais paulistanas terem tirado a própria vida nos últimos 20 dias. A estatística pressionou a empresa a interromper o serviço no país, sob a justificativa de que estaria causado "impacto social negativo e significativo". Há exatamente um ano, em abril de 2017, o jogo da Baleia Azul também levou o medo às famílias ao promover um desafio onde o jogador [...]

20 04, 2018

Como lidar com o bullying na escola?

2018-05-15T16:40:04+00:00 Semente na Escola|

Por meio da empatia, um dos cinco domínios da aprendizagem socioemocional, é possível frear as violências físicas e psicológicas no ambiente escolar Uma das formas de violência mais recorrentes no ambiente escolar é o chamado bullying, prática que se caracteriza por agressões físicas ou verbais de maneira repetitiva contra uma criança ou adolescente. De acordo com o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), aproximadamente um em cada dez alunos brasileiros diz sofrer alguma violência do tipo. Estimular princípios como o respeito através de sentimentos como a empatia é o caminho sugerido pelo educador Eduardo Calbucci para solucionar o problema. O valor é um dos pilares do Programa Semente, que trabalha para desenvolver a aprendizagem socioemocionais em crianças e adolescentes. Calbucci é um dos criadores do Programa. É interessante analisar o perfil de quem pratica a violência: de modo geral, [...]

18 04, 2018

Como resolver o problema da indisciplina escolar?

2018-05-15T16:40:29+00:00 Semente na Escola|

Entender a raiz de cada situação e ensinar os alunos a lidar com as próprias emoções é mais eficaz do que medidas punitivas isoladas Um dos principais desafios que os professores precisam enfrentar em sala de aula é a indisciplina e a falta de atenção por parte de alguns alunos. O problema se estende também à família - é comum que os pais sejam chamados para conversar com o corpo docente sobre o mau comportamento dos filhos. Em muitos casos, porém, apenas a conversa em casa não resolve a situação e fica o questionamento: como vencer o problema? Para Eduardo Calbucci, educador e criador do Programa Semente, não há resposta fácil. Assim como não existe um manual de conduta para a criação dos filhos, não existe solução única que funcione para todas as crianças. Mas é possível explorar caminhos. “Em [...]

21 02, 2018

Terra: Ensino das emoções entra no calendário das escolas

2018-04-25T11:06:15+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: Terra Saber lidar com as emoções faz parte dos desafios do século atual. Desenvolver autocontrole, empatia e resiliência desde cedo pode colaborar para um maior desempenho de crianças e adolescentes não só dentro da escola, mas também em seu cotidiano fora dela. As habilidades socioemocionais já fazem parte, inclusive, da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC), onde 5 das 10 competências básicas propostas para o currículo escolar são de ordem socioemocional. Mesmo com as novas regras tendo até 2019 para começarem a ser implantadas, diversas escolas já estão adotando iniciativas que cumprem com o objetivo de ensinar as habilidades socioemocionais. Uma das iniciativas é proposta pelo Programa Semente, metodologia que está oferecendo às escolas brasileiras a possibilidade de preparar seus alunos a lidarem com a aprendizagem socioemocional através do domínio das emoções. Veja mais...