Semente na Escola

8 04, 2019

Por que crianças costumam ser mais empáticas que os adultos?

2019-04-08T11:26:01+00:00 Semente na Escola|

Segundo educador e fundador do Programa Semente, quanto mais conhecimento de mundo adquirimos, mais aprisionados podemos ficar, perdendo o olhar empático É comum ouvir que as pessoas, quando crescem, tornam-se menos tolerantes ou mais implicantes com os outros. Isso acontece porque, tendo cada vez mais contato com ideias preconcebidas, mais os adultos podem sofrer com a dificuldade de reconhecer a importância da diversidade. Já as crianças são, em tese, mais empáticas porque elas não têm ainda visões de mundo prontas e deixam o coração mais aberto para diversas questões. As crianças estão em processo de descoberta, formando-se como cidadãs e adquirindo responsabilidades, e a família é a primeira instituição social que influencia de forma significativa as visões de mundo que elas vão adquirir. “Os preconceitos são ensinados durante a vida nos processos de socialização”, ressalta o professor e fundador do [...]

4 04, 2019

Conhecimento socioemocional prepara educadores e gestores escolares nos desafios da profissão

2019-04-04T14:48:13+00:00 Semente na Escola|

Professores, supervisores e diretores conseguem promover uma convivência empática e construtiva ao ter contato com o ensino das emoções As habilidades socioemocionais, além de prepararem os alunos para os desafios do século XXI, também podem contribuir com o exercício da profissão. A ação dos educadores é totalmente relacional. Eles trabalham, normalmente, com vários alunos simultaneamente, cada um deles com características emocionais, valores e atitudes próprias. Fazer a mediação de tantos relacionamentos simultâneos não é simples. O próprio professor vivencia suas emoções e conflitos em meio à sua ação. Por isso, se compreende e controla suas próprias reações, tem mais recursos pessoais e profissionais para lidar com os conflitos inerentes às relações em sala de aula. Dessa forma, consegue promover uma convivência mais empática e construtiva entre os estudantes. Segundo Tania Fontolan, diretora do Programa Semente, para levar esse conhecimento para [...]

1 04, 2019

Dia da Mentira é uma oportunidade para falar sobre honestidade com as crianças

2019-04-01T11:05:49+00:00 Semente na Escola|

Conhecimento socioemocional auxilia o desenvolvimento de condutas responsáveis O primeiro de abril recebeu a efeméride do dia da mentira por causa de uma mudança no calendário cristão, feita pelos franceses no século XVI. Na época, a passagem do ano deixou de ser comemorada durante a chegada da primavera do país (em abril) para ser festejada em janeiro. A antiga data, portanto, transformou-se em um dia para fazer pegadinhas. Assim, surgiu o dia da mentira. Mais do que simplesmente pregar peças nos outros, a mentira pode abranger significados muito mais complexos, que são prejudiciais para a convivência harmônica em sociedade. Entender quando e por que as pessoas começam a mentir, portanto, é pensar sobre a forma como a sociedade se relaciona com as trapaças e também refletir sobre como o ensino da honestidade pode ser levado aos mais novos. Quando se [...]

28 03, 2019

Alunos com acesso ao conhecimento socioemocional são mais motivados

2019-03-28T12:25:19+00:00 Semente na Escola|

Controle das emoções auxilia jovens a se planejar para o futuro Um relatório produzido pelo CASEL (Collaborative for Academic, Social, and Emotional Learning) revela que os alunos com acesso ao ensino das emoções têm desempenho 11% melhor do que os que não têm. Uma das explicações para isso é que, com a aprendizagem socioemocional, o jovem desenvolve a capacidade de tomar melhores decisões para conquistar seus objetivos. O fato é que a combinação entre competência socioemocional e conhecimento acadêmico faz com que os estudantes estejam mais preparados para os desafios do mundo moderno. Alunos que participam de programas estruturados de aprendizagem socioemocional têm mais facilidade em compartilhar ideias criativas, fazer perguntas relevantes e dominar conceitos acadêmicos, o que lhes permite tornarem-se mais motivados e mais dedicados ao que se propuserem aprender. De acordo com o professor e fundador do Programa [...]

20 03, 2019

Empatia é essencial para desenvolver a consciência social do aluno

2019-03-20T11:52:58+00:00 Semente na Escola|

Pessoas empáticas desenvolvem laços afetivos mais fortes Assumir a perspectiva do outro, sobretudo quando as pessoas têm valores diferentes dos nossos, é fundamental para viver em um mundo culturalmente diverso. Essa capacidade, chamada de empatia, pode ser desenvolvida por meio da aprendizagem socioemocional. Ao ter acesso ao ensino da empatia dentro de sala de aula, o estudante consegue estabelecer relacionamentos saudáveis. Mais do que criar laços e pontes entre os colegas, ele passa também a entender seus eventuais privilégios e a colocar a emoção do outro para dentro de si. É o que ocorre quando uma pessoa perde alguém. Naquele momento, quem não está passando pela dificuldade se encontra em uma relação privilegiada. Por isso, entender a situação é essencial para ajudá-la. E não necessariamente tomando alguma atitude radical. Em alguns casos, só a disposição para ouvir já pode ser [...]

11 03, 2019

Aprendizagem socioemocional é importante no combate ao bullying

2019-03-11T10:01:08+00:00 Semente na Escola|

Trabalho com autorregulação possibilita melhor controle de impulsos e de ações impensadas que provocam danos físicos ou emocionais aos outros A sala de aula é um ambiente plural, com pessoas de origens e características diferentes. No entanto, muitos estudantes sofrem bullying por não se encaixarem em determinado padrão. Nesse sentido, a aprendizagem socioemocional pode impactar positivamente - tanto nos praticantes do bullying quanto nas vítimas. Segundo a diretora-geral do Programa Semente, Tania Fontolan, ao abordar o autoconhecimento em sala de aula, é possível criar uma série de situações em que cada criança ou adolescente possa refletir sobre as emoções, suas características, as sensações boas ou ruins que provocam. “Quando falamos sobre as dores que o bullying provoca, o praticante é capaz de se colocar mais facilmente no lugar de sua vítima, refletindo sobre como se sentiria se fizessem algo semelhante com ele”, afirma. Segundo [...]

6 03, 2019

Atividades em grupo fortalecem as relações sociais entre estudantes

2019-03-06T18:05:49+00:00 Semente na Escola|

Ações são importantes para mostrar que os aprendizados podem ser coletivos Realizar atividades em grupo é importante para estimular a percepção da diversidade dentro de sala de aula. Ao mesmo tempo, essas ações ajudam os estudantes a notar que não estão sozinhos no mundo e que fazem parte de uma coletividade. Os programas de aprendizagem socioemocional possuem uma série de dinâmicas em grupo que permitem aos estudantes trabalhar o senso de pertencimento a um grupo e, ao mesmo tempo, desenvolver a individualidade. No Programa Semente, mais de 90% das aulas têm pelo menos uma atividade planejada para ser feita coletivamente. Segundo Eduardo Calbucci, professor e um dos criadores do Programa Semente, essas atividades podem ser em dupla, em pequenos grupos ou até mesmo com toda a sala envolvida. “É importante mostrar que, assim como os conflitos são coletivos, as soluções [...]

1 03, 2019

Carnaval: como controlar a impulsividade e tomar decisões responsáveis?

2019-03-01T12:46:24+00:00 Semente na Escola|

Nas festividades do feriado, especialista em habilidades socioemocionais dá orientações sobre atitudes que podem evitar consequências negativas e arrependimentos futuros Período de diversão e festas, o carnaval é capaz de despertar e estimular emoções agradáveis, como a alegria. Essa emoção, em seus diferentes níveis, leva as pessoas a sentir do prazer sensorial à euforia. O problema é que, dependendo da intensidade desses sentimentos, temos dificuldade em analisar situações com calma, para tomar uma decisão responsável. Segundo o educador e fundador do Programa Semente, Eduardo Calbucci, qualquer momento que envolve uma emoção de alta intensidade prejudica a capacidade das pessoas de fazer boas escolhas. Por isso, o carnaval é uma época mais suscetível para comportamentos impulsivos. Excesso de consumo de bebidas alcoólicas, uso de drogas, relações sexuais sem proteção, mistura de bebida e direção, tudo isso acaba acontecendo nesse período de [...]

25 02, 2019

Habilidades socioemocionais ajudam a lidar com as Fake News

2019-02-25T11:17:46+00:00 Semente na Escola|

Internet exige capacidade de discernimento para a tomada de decisões A disseminação de boatos sempre existiu, mas com a internet atingiu proporções até pouco tempo inimagináveis. Num mar de perfis mal-intencionados nas redes sociais e de páginas pouco confiáveis que simulam portais de notícias, a aprendizagem socioemocional pode ajudar a desenvolver habilidades que auxiliam o usuário a lidar com as notícias falsas. Segundo o professor Eduardo Calbucci, um dos fundadores do Programa Semente, as “fake news” são problemas porque podem manipular nossas as decisões. Por isso, uma boa atitude perante as notícias que nos chegam pela web é duvidar das primeiras impressões. “A grande questão é que nós tomamos decisões com base nas informações que temos diante de nós. Se essas informações não são confiáveis, tomaremos más decisões. É preciso sempre buscar novas informações, desconfiar das coisas, fugir dos estereótipos. [...]