Semente na Escola

21 01, 2019

Conhecimento socioemocional auxilia no domínio das tecnologias

2019-01-21T12:56:37+00:00 Semente na Escola|

Pais devem impor limites no uso de tablet e smartphones das crianças Se há sete anos apenas 10% das crianças norte-americanas tinham acesso a aparelhos eletrônicos dentro de casa, no ano passado, o índice foi de 95%, aponta um estudo chamado Zero to Eight. A universalização dos gadgets tem transformado não só as relações interpessoais, mas a formação motora da nova geração. Diante dessa situação, muitos pais se perguntam quais os limites devem ser impostos aos pequenos. Segundo o psiquiatra Celso Lopes de Souza, educador e fundador do Programa Semente, todo exagero é prejudicial e por isso, é necessário impor limites. “Controlar a quantidade de horas e a qualidade do conteúdo nos tablets e smartphones é fundamental. Os pais precisam perceber que não é saudável uma vida onde você fica absorvido 10 horas por dia pelas plataformas digitais”, indica o [...]

17 01, 2019

Pais devem entender o que é o ensino das emoções

2019-01-17T09:58:22+00:00 Semente na Escola|

Escolas podem aproveitar reuniões para mostrar de forma simples e esclarecedora o que é aprendizagem socioemocional A aprendizagem socioemocional é um processo por meio do qual as pessoas adquirem conhecimentos e habilidades que permitem gerenciar melhor as próprias emoções. Esse ensino é recente nas escolas e, por isso, muitas famílias ainda não entendem como, de fato, ele funciona. Por isso, as escolas têm um papel importante de esclarecimento, tanto para os estudantes, quanto para pais e responsáveis. Para estabelecer e manter uma comunicação eficiente com os pais, as reuniões escolares e até de captação de novos alunos podem ser muito úteis. Segundo Eduardo Calbucci, fundador do Programa Semente, comunicação clara e escuta ativa com os familiares são essenciais. “A primeira coisa a ser dita é que, ao contrário do que o senso comum imagina, o domínio das emoções pode ser [...]

15 01, 2019

Qual é a escola ideal para o meu filho?

2019-01-15T10:47:16+00:00 Semente na Escola|

Instituições com programas de aprendizagem socioemocional no currículo mostram preocupação com as emoções dos alunos e adequação a BNCC  A escolha da escola do filho é um momento de dúvidas e inseguranças. Para que ela seja feita de modo apropriado, sem causar arrependimentos futuros, é importante, em primeiro lugar, que os pais pensem em que modelo de educação eles desejam para as crianças. Do construtivismo ao método montessoriano, passando pela “sala de aula invertida” ou pelas experiências da Escola da Ponte, cada proposta pedagógica tenta encontrar a melhor forma de preparar os jovens para enfrentar os desafios do futuro. Segundo Eduardo Calbucci, educador e fundador do Programa Semente, não existe uma escola ideal, e sim a mais próxima daquilo que os pais querem para os próprios filhos. Além de analisar a maneira como a escola trabalha com os conteúdos das [...]

5 01, 2019

O Regional: Escolas do futuro ensinarão alunos a dominar as próprias emoções

2019-01-28T16:20:37+00:00 Semente na Escola|

Veículo: O Regional Data: 05/01/2019 Artigo escrito por Eduardo Calbucci Uma das grandes reclamações dos estudantes é a de que muitos conteúdos programáticos aprendidos na escola não fazem sentido na vida real. Claro que há uma razão para que a fórmula de Báskara e as funções de segundo grau apareçam nos livros didáticos. Além de auxiliar a desenvolver o raciocínio, elas são, sim, usadas no dia a dia por certos profissionais, como engenheiros, por exemplo. Fato é que, a depender da escolha profissional, o aluno certamente irá esquecer boa parte do aprendeu na escola. O que nunca o abandonará são os valores transmitidos naquele ambiente. Por isso, o desenvolvimento da aprendizagem socioemocional durante os anos de formação tem um impacto gigantesco na formação do indivíduo.5 As instituições de ensino devem caminhar cada vez mais para equilibrar seus projetos pedagógicos. A [...]

26 12, 2018

Traçar planos para o ano novo pode diminuir a ansiedade

2018-12-26T11:25:05+00:00 Semente na Escola|

É preciso, no entanto, ter atitude para manter a direção do que foi planejado Não é preciso ter medo de mudanças. Uma escola nova, um novo emprego, uma mudança de cidade ou simplesmente a expectativa do ano novo podem trazer sentimentos como ansiedade e insegurança em algumas pessoas. É possível reverter essa situação através do conhecimento socioemocional. Segundo o educador e fundador do Programa Semente, Celso Lopes de Souza, estabelecer um planejamento com calma já diminui a ansiedade e o medo do desconhecido. Ao traçar planos com metas definidas, é importante também deixar claro que nada é uma linha reta. “Frustrações e desapontamentos fazem parte da trajetória”, aponta o educador. Diante de um novo caminho, as pessoas não precisam cobrar de si necessariamente resultados, mas atitudes para se manter na direção ao que foi planejado. Haverá problemas inesperados, mas diante [...]

21 12, 2018

Habilidades socioemocionais fortalecem laços entre pais e filhos

2018-12-20T15:41:04+00:00 Semente na Escola|

Entendimento das emoções desenvolvem relações mais saudáveis Situações mais intensas dentro da família dificultam uma visão clara dos fatos. Às vezes, o excesso de orgulho ou até mesmo à falta de humildade em dar o braço a torcer acabam tornando as situações mais traumáticas. Quando isso acontece, a compreensão desses sentimentos é o principal propulsor para quebrar o mal-estar e criar relações sociais positivas. Segundo Celso Lopes de Souza, educador e fundador do Programa Semente, não existe uma chave para cultivar a harmonia dentro de casa, pois cada família tem a sua complexidade. Mas é possível proporcionar o amadurecimento emocional entre os familiares. A capacidade de entender as emoções faz com que as relações sejam mais saudáveis, com relacionamentos menos conflituosos. “É importante trabalhar o aprendizado socioemocional desde cedo, principalmente nas escolas. Como qualquer outra habilidade, ela não nasce da [...]

19 12, 2018

O que é possível aprender com as frustrações?

2018-12-19T13:55:51+00:00 Semente na Escola|

É necessário desenvolver a capacidade de lidar com as adversidades da vida Passar no vestibular, a pressão de ter emprego e uma vida bem-sucedida, sair da casa dos pais, ter um relacionamento estável: o mundo que cobra cada vez mais dos jovens. Tanta cobrança faz com que eles, muitas vezes, tenham frustrações ao não conseguir percorrer o caminho no mesmo tempo de seus amigos e colegas. Existe alguma forma que minimize as consequências emocionais das expectativas não alcançadas? Para Celso Lopes de Souza, educador e fundador do Programa Semente, o principal ponto a ser trabalhado é a resiliência, termo usado na engenharia, mas apropriado pelas ciências para designar a capacidade de sofrer impacto sem sofrer deformação permanente. “Nas ciências humanas, é a capacidade de não apenas superar as adversidades, mas aprender com elas. A vida pode trazer fracassos e frustrações. [...]

17 12, 2018

Metas para o ano novo devem ser plausíveis e mensuráveis

2018-12-17T11:44:27+00:00 Semente na Escola|

Definir prazos e metas ajuda a estabelecer as prioridades de 2019 O final do ano é o momento de fazer uma tomada de decisão mais profunda e de estabelecer novas metas para 2019. O planejamento, no entanto, deve envolver todo o conhecimento socioemocional, de forma que seja possível colocar em prática novas atitudes por meio de relações positivas e decisões responsáveis. Segundo o educador e fundador do Programa Semente, Celso Lopes de Souza, os planos de ano novo devem ser palpáveis para que possam sair do mundo das ideias. “É importante planejar em qualquer processo de conquista. Zerar placar e estabelecer objetivos são ações importantes nesta etapa. No entanto, eles precisam ser plausíveis, não adianta pensar em metas sem ter ferramentas para conquistá-las”, indica. Celso Lopes explica que a capacidade de antecipar e prever potenciais acontecimentos, adquirida através da aprendizagem [...]

10 12, 2018

Excesso de presentes pode prejudicar desenvolvimento da criança

2018-12-10T14:14:11+00:00 Semente na Escola|

Final de ano é uma oportunidade para reforçar valores de fraternidade e amor O Natal tem uma forte conotação de reforço de laços entre familiares e amigos, em torno de uma motivação religiosa, e que é concretizada com a troca de presentes. Ao assimilar as festas de final de ano apenas à aquisição de objetos, os pais, tios e avós podem acabar prejudicando, entre os mais jovens, o desenvolvimento da ideia de fraternidade que cerca esse momento do ano. “É importante vincular os presentes ao sentido religioso e simbólico da data, para que não se consolide a ideia do consumo pelo consumo. Para reforçar o sentido do valor simbólico dos presentes, é preciso colocar limites: de preço, de quantidade para que a criança aprenda a valorizar, a esperar por ele. Crianças que ganham muitos presentes o tempo todo tendem a [...]

6 12, 2018

Como levar os sentimentos despertados no final do ano para todo os dias de 2019?

2018-12-06T11:50:03+00:00 Semente na Escola|

Um dos grandes desafios da vida em sociedade é desenvolver empatia com pessoas desconhecidas, mas esse sentimento costuma estar mais presente no período das festas de fim de ano O ser humano por definição tem espirito gregário, vive em grupo. Como dizia Aristóteles, somos seres sociais. Laços de solidariedade são biológicos e existem em várias espécies, como abelhas, macacos ou morcegos. No entanto, é muito fácil ser solidário e empático com as pessoas mais próximas, como pais, filhos, amigos e parceiros. Um dos grandes desafios da vida em sociedade é também desenvolver esse sentimento com pessoas desconhecidas. É comum a solidariedade e a empatia estarem mais aflorados no mês de dezembro, época que convida para o abraço ao próximo e desperta o sentimento de mudança por um mundo melhor. Mas como prolongar esses sentimentos durante todos os meses de 2019? [...]