Semente na Escola

26 11, 2018

Aprendizagem socioemocional pode ser iniciada em qualquer idade

2018-11-26T11:51:22+00:00 Semente na Escola|

Melhor método de introdução ao conteúdo varia de acordo com a faixa etária Da mesma forma  como se aprende português e matemática, é possível ensinar a desenvolver habilidades socioemocionais, como empatia e autocontrole. E ao contrário do que a maioria pensa, esse aprendizado pode ocorrer em qualquer idade. Para Eduardo Calbucci, professor e um dos criadores do Programa Semente, a introdução à aprendizagem socioemocional deve acontecer de maneira clara e objetiva. “A primeira coisa é o professor saber explicar aos alunos o que vai ser ensinado. Dizer isso para o estudante de maneira explícita é fundamental”. Por exemplo, em uma aula sobre controle de raiva, é preciso entender a definição de raiva e como ela se estrutura a partir de nossos pensamentos. Essa discussão deve estar adequada à faixa etária de cada turma. Segundo Calbucci, a conversa com o estudante [...]

19 11, 2018

Como as escolas estão trabalhando para se adequar à BNCC

2018-11-19T16:17:12+00:00 Semente na Escola|

Instituições de ensino que deixarem aprendizado socioemocional de lado ficarão desatualizadas, alerta especialista Todas as escolas brasileiras, públicas e privadas, precisarão se adequar às propostas da nova Base Nacional Comum Curricular, a BNCC. O documento norteia o conjunto de conhecimentos que todos os alunos do país devem aprender ao longo da Educação Básica. Além de ensinar conteúdos de matérias regulares, como língua portuguesa, matemática, geografia e ciências, as instituições deverão ministrar também competências socioemocionais. Até dezembro de 2020, um comitê especial irá acompanhar a implementação da Base. Mas será que as escolas estão trabalhando para se alinhar ao novo momento da educação brasileira? Para Tania Fontolan, diretora geral do Programa Semente, o novo ciclo exige atenção especial. “A BNCC é objeto de muitas reportagens da mídia, o que aguça o interesse das famílias em saber se a escola está em [...]

13 11, 2018

Como a educação socioemocional pode ajudar instituições de ensino a captar e manter alunos?

2018-11-13T15:34:39+00:00 Semente na Escola|

Quando bem comunicada, a formação socioemocional dentro da escola é uma grande aliada e no processo educativo dos alunos e na proximidade com as famílias O número de escolas particulares no Brasil é enorme.  Na hora de matricular os filhos em uma instituição de ensino, os pais devem levar diversos fatores em consideração. O principal deles é o projeto pedagógico, que deve estar alinhado com os valores da família e com as características de cada aluno. Para Tania Fontolan, diretora-geral do Programa Semente, além de pesar a qualidade do aprendizado conceitual, ligado a disciplinas e conteúdos, aspectos que tornam as crianças e jovens mais preparadas para a vida social ganham cada vez mais destaque. “Assim, a aprendizagem socioemocional, que trabalha habilidades como perseverança, resiliência e empatia, pode ser decisiva no momento da escolha da escola”, avalia. É importante que a [...]

9 11, 2018

Programa Semente participa de evento sobre os novos caminhos da educação

2018-11-09T15:24:35+00:00 Semente na Escola|

Promovido pelo Sebrae-SP, o encontro recebeu especialistas no segmento, entre eles, Celso Lopes de Souza, fundador do Programa Semente para falar sobre aprendizagem socioemocional Discutir o futuro e os rumos do mercado educacional nunca foi tão importante. Atualizações na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), competências exigidas no século XXI, tecnologia e habilidades socioemocionais têm feito parte da rotina de quem trabalha neste segmento. Pensando nisso, o Sebrae-SP convidou o Programa Semente para participar do encontro “Os novos caminhos da Educação”, que reuniu gestores escolares na última quinta-feira, 08, no auditório da Universidade Anhanguera, na zona norte de São Paulo. Celso Lopes de Souza, psiquiatra e fundador do Programa Semente, falou sobre a importância da inserção da aprendizagem socioemocional no currículo escolar. Para ele, as escolas com esse tipo de ensino podem se diferenciar. “A aprendizagem socioemocional é uma necessidade sem [...]

6 11, 2018

Programa Semente lança aplicativo para facilitar a aprendizagem de habilidades socioemocionais

2018-11-06T15:44:27+00:00 Semente na Escola|

Lançado nesta segunda, 5, a plataforma disponibiliza vídeo-aulas para os estudantes O Programa Semente lançou nesta segunda, 5, seu novo aplicativo. Na plataforma, que levou três meses para ser desenvolvida, o aluno poderá assistir a vídeo-aulas referente ao módulo em que está inserido, facilitando o acesso e o entendimento do usuário acerca do aprendizado socioemocional. O aplicativo facilita o acesso de alunos e famílias aos conteúdos do Programa Semente, sem a mediação de sites. Produzidos em linguagem compatível com as diversas faixas etárias, os vídeos serão liberados de acordo com a idade dos estudantes. Assim, se ele estiver no 4º ano do Fundamental 1, terá acesso apenas aos conteúdos voltados para sua série. Para Tania Fontolan, diretora-geral do Programa Semente, é necessário utilizar a tecnologia como suporte para a formação dos alunos. "Queremos desenvolver nosso trabalho e passar nossa proposta [...]

1 11, 2018

Direcional Escolas: Tecnologia ajuda gestores e educadores a trabalharem competências socioemocionais

2018-11-26T13:24:31+00:00 Semente na Escola|

Veículo: Direcional Escolas Data: 01/11/2018 Iniciativas como a plataforma digital Significa, do interior paulista, já se valem de métodos inovadores para integrar competências emocionais à grade curricular Até 2020, todas as escolas do Brasil, públicas e privadas, terão que introduzir as habilidades socioemocionais em seus currículos. A regra faz parte das diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada pelo MEC em dezembro. O documento estipula um conjunto de normas que, segundo a pasta, além de ensinarem disciplinas como português, matemática e ciências, terão de preparar seus alunos para desenvolverem habilidades, tais como liderança, pensamento crítico e criativo, empatia e cooperação, entre outras. Educador e diretor do programa Semente, que incentiva a aprendizagem socioemocional em redes públicas e privadas, Eduardo Calbucci conta que as habilidades emocionais são estudadas no mundo há mais de cinco décadas, principalmente nos Estados Unidos, mas ganhou [...]

31 10, 2018

Autossabotagem: como ajudar crianças a se livrar dessa armadilha

2018-10-31T12:17:15+00:00 Semente na Escola|

Pensamentos negativos podem gerar sentimentos de incapacidade, angústia e tristeza, minando a força de vontade necessária para alcançar os objetivos A autossabotagem é uma combinação de pensamentos e sentimentos de incapacidade que impede alguém de alcançar os próprios objetivos. É uma desregulação entre a mente consciente, que quer conquistar algo, e a inconsciente, que faz a pessoa ir na contramão do que busca. Um dos mecanismos que operam construindo a autossabotagem é a visão catastrófica dos desafios. “Se um aluno que precisa resolver dez questões de física não conseguir concluir cinco delas, pode surgir um pensamento de que não se sabe nada da matéria”, explica Celso Lopes de Souza, psiquiatra, professor e um dos criadores do Programa Semente. “É uma percepção distorcida da realidade, afinal foram resolvidas metade das questões”, completa. Esses pensamentos negativos atuam alterando a realidade. Ao enraizá-los [...]

25 10, 2018

A geração narcisista e o perigo de inflar o ego das crianças

2018-10-25T17:20:59+00:00 Semente na Escola|

Para o psiquiatra Celso Lopes de Souza, os pequenos devem perceber a realidade como ela é, reconhecendo suas fraquezas e fortalezas Nos últimos anos, psicólogos têm alertado para um problema conhecido como geração narcisista. O título provém de crianças que, desde a tenra idade, são premiadas por qualquer motivo. Ou seja, até mesmo quando elas cumprem suas obrigações rotineiras, como se comportar bem na escola ou guardar os brinquedos, são elogiadas em excesso. Para o psiquiatra Celso Lopes de Souza, que é também professor e um dos criadores do Programa Semente, a autoestima inflada pode acarretar sérios problemas para a vida da criança.  “O elogio é muito importante, mas deve acontecer pelos motivos corretos. Devemos elogiar os pequenos pelo esforço e pela perseverança”, explica. Assim, é importante que as congratulações ocorram de forma alinhada com a realidade. O elogio vazio [...]

22 10, 2018

Programa Semente lança material para a Educação Infantil

2018-10-22T16:58:03+00:00 Semente na Escola|

Lúdicos, livros didáticos foram pensados para desenvolver a aprendizagem socioemocional em crianças de até cinco anos O Programa Semente lança, no primeiro semestre de 2019, um novo material didático, voltado exclusivamente para a Educação Infantil. O objetivo é melhorar ainda mais o grau de eficiência da aprendizagem socioemocional na primeira infância. Os instrumentos tratam dos cinco domínios que formam os pilares da metodologia empregada: autoconhecimento, autocontrole, empatia, decisões responsáveis e habilidades sociais. “A diferença é que eles estão mais adequados à faixa etária”, explica o professor e um dos criadores do programa, Eduardo Calbucci. Assim, os tipos de exercícios e todas as atividades propostas foram pensadas para que os pequenos compreendam e absorvam de forma integral os conteúdos do ensino socioemocional. Baseado em evidências científicas internacionais, o material dá maior ênfase, por exemplo, ao autocontrole. “As crianças dessa idade precisam [...]

18 10, 2018

Na escola do futuro, alunos devem aprender a dominar as próprias emoções

2018-10-18T13:36:07+00:00 Semente na Escola|

Ao longo dos anos, podemos esquecer alguns conteúdos que aprendemos em sala de aula, mas habilidades como autocontrole, empatia e autoconhecimento nos acompanharão por toda a vida Grande reclamação dos estudantes é a de que muitos conteúdos programáticos aprendidos na escola não fazem sentido na vida real. Claro que há uma razão para que a fórmula de Báskara e as funções de segundo grau apareçam nos livros didáticos. Além de auxiliar a desenvolver o raciocínio, elas são, sim, usadas no dia a dia por certos profissionais, como engenheiros, por exemplo. Fato é que, a depender da escolha profissional, o aluno certamente irá esquecer boa parte do aprendeu na escola. O que nunca o abandonará são os valores transmitidos naquele ambiente. Por isso, o desenvolvimento da aprendizagem socioemocional durante os anos de formação tem um impacto gigantesco na formação do indivíduo. [...]