Traçar planos para o ano novo pode diminuir a ansiedade

Traçar planos para o ano novo pode diminuir a ansiedade

É preciso, no entanto, ter atitude para manter a direção do que foi planejado

Não é preciso ter medo de mudanças. Uma escola nova, um novo emprego, uma mudança de cidade ou simplesmente a expectativa do ano novo podem trazer sentimentos como ansiedade e insegurança em algumas pessoas. É possível reverter essa situação através do conhecimento socioemocional.

Segundo o educador e fundador do Programa Semente, Celso Lopes de Souza, estabelecer um planejamento com calma já diminui a ansiedade e o medo do desconhecido. Ao traçar planos com metas definidas, é importante também deixar claro que nada é uma linha reta. “Frustrações e desapontamentos fazem parte da trajetória”, aponta o educador.

Diante de um novo caminho, as pessoas não precisam cobrar de si necessariamente resultados, mas atitudes para se manter na direção ao que foi planejado. Haverá problemas inesperados, mas diante deles é necessário praticar a resiliência, que é a capacidade de se adaptar às adversidades.

Teimosia

É importante, no entanto, saber diferenciar resiliência de teimosia. “O resiliente consegue encontrar caminhos alternativos e aprende nos contratempos. O teimoso é persistente, mas não muda de estratégia e não consegue avançar”, ressalta Celso Lopes.

A teimosia se transforma em resiliência quando a pessoa começa a pensar em estratégias diferentes para sair da situação problema. E na mudança diante das adversidades, é possível moldar o futuro em sintonia com as metas de vida.

2018-12-26T11:25:05+00:00 Semente na Escola|