Pesquisador internacional Alejandro Adler visita Programa Semente

Pesquisador internacional Alejandro Adler visita Programa Semente

Diretor de Educação Internacional do Centro de Psicologia Positiva da Universidade da Pensilvânia elogiou o rigor científico da metodologia de ensino do Programa Semente

A sede do Programa Semente, em São Paulo, recebeu no último dia 27 de abril a visita de um dos grandes pesquisadores da área de educação socioemocional, o Professor Alejandro Adler, Doutor em Psicologia e Diretor de Educação Internacional do Centro de Psicologia Positiva da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

O Professor Adler veio ao Brasil para se atualizar sobre o que está sendo feito no campo da aprendizagem socioemocional. O pesquisador mexicano trabalha ativamente para a inserção da Educação Positiva – também chamada aprendizagem socioemocional – em países como Butão, Nepal, Índia, México, Peru, Austrália, entre outros. O seu esforço também consiste em mensurar o impacto da aprendizagem socioemocional na vida das pessoas.

O Dr. Adler ficou impressionado com a metodologia e o rigor desenvolvidos pelo Programa Semente: “Bravo! Eu conheço muitos programas ao redor do mundo, mas este programa é um dos mais bem fundamentados e estruturados que eu já vi”, destacou após apresentação conduzida pelo fundador e idealizador do Programa Semente, o Dr. Celso Lopes de Souza. “Nós criamos todo o material baseado em pesquisas científicas feitas por referências mundialmente respeitadas como o CASEL”, explicou Celso. Adler completou ainda que: “Tudo o que foi exposto está baseado em evidências das melhores práticas”.

A equipe do Programa também apresentou a pesquisa inédita sobre o impacto direto da metodologia do Semente no desenvolvimento socioemocional dos alunos. O estudo está sendo conduzido pelo pesquisador da UFRJ, Bruno Damásio, que é Doutor em psicologia pela UFRGS e Coordenador do Laboratório de Psicometria e Psicologia Positiva da UFRJ. O Dr. Adler considerou os resultados expressivos e reforçou a importância de realizar pesquisas a fim de sempre aprimorar as práticas aplicadas. Para ele, um exemplo seria usar a pesquisa para mapear escolas com mais dificuldades ou facilidades em determinada habilidade, o que tornaria possível customizar o treinamento de professores, para obtermos níveis ainda mais elevados.

Para o fundador do Programa Semente, o encontro mostrou que estamos no caminho certo: “Aliar o rigor científico da metodologia de ensino com o objetivo de formar indivíduos no âmbito socioemocional para construir uma sociedade melhor”. O Dr. Adler possui essa mesma visão, como explicita em seu artigo intitulado “Positive education: Educating for academic success and a fulfilling life”: “Utilizando métodos de maior rigor científico, a educação positiva ensina as ferramentas e o conhecimento que o indivíduo necessita para ter uma vida acadêmica e profissional de êxito, assim como para florescer como ser humano e ter uma vida plena”.

 

 

2018-05-04T11:37:41+00:00 Semente na Escola|