Encontro Regional de Formação 2019 reúne escolas parceiras do Programa Semente

Encontro Regional de Formação 2019 reúne escolas parceiras do Programa Semente

Diretores, coordenadores e professores receberam formação para a aplicação da aprendizagem socioemocional e souberam das novidades do Programa para o novo ano letivo

O Encontro Regional de Formação do Programa Semente acontece anualmente com o objetivo de reunir educadores das escolas parceiras para capacitação do Programa em sala de aula, e também para anunciarem as novidades do novo ano letivo. Na edição de 2019, o evento aconteceu no Hotel Meliá Ibirapuera, em São Paulo, no dia 22 de janeiro.

Com palestras dos autores do Programa, o encontro firmou o contato com os educadores e reforçou a importância do professor na motivação e melhoria da formação dos estudantes. Eduardo Calbucci, educador e um dos fundadores do Programa Semente, diz que o professor deve ser o exemplo para o aluno. “Para aplicar a aprendizagem socioemocional é necessário colocá-la em prática na própria vida”, afirma.

Para isso, o Programa Semente mostrou as novidades do ano de 2019 e uma delas é a formação socioemocional do professor. A partir deste ano, será possível aprimorar as habilidades socioemocionais de todos os educadores das escolas parceiras através de um curso online que está em processo final de construção.

Além disso, o material também foi adaptado a partir de sugestões dos próprios professores aplicadores e dos alunos que realizam as atividades do Programa no dia a dia. Houve o maior detalhamento das lições para casa e novos exercícios; o material do 4º e do 5º ano se tornaram apostilas anuais (e não semestrais); e as turmas de 9º anos também estão com um caderno diferenciado em 2019 por conta da atualização de sua parte gráfica, com conteúdos mais próximos do nível de Ensino Médio e com o tema ‘honestidade’ dentro do módulo de tomada de decisões responsáveis. Atividades extras também foram inseridas no portal do professor para que eles tenham mais autonomia durante as aulas.

O Programa Semente também foi expandido para a Educação Infantil, com materiais para crianças de 4 e 5 anos. O resultado disso é um ensino qualificado disponível para todos os níveis do Ensino Básico, sendo 14 anos de formação socioemocional caso a aprendizagem seja aplicada desde cedo e tenha continuidade.

Para o psiquiatra, educador e fundador do Programa Semente, Celso Lopes de Souza, o futuro está mais próximo do que nunca e a formação do jovem de hoje deve envolver o ensino das emoções.  “Nós estamos preparando os estudantes para o mercado que está em construção. Estamos vivendo um crescimento exponencial e 6 em cada 10 alunos que estão se formando no Ensino Médio hoje terão profissões que ainda não existem”, ressalta o psiquiatra.

Para incentivar os professores a continuarem trabalhando as habilidades socioemocionais nas escolas, o psicólogo e autor do Programa Semente, Helder Kamei, deu palestras sobre a empatia e como capacitar o jovem de hoje para enfrentar os desafios do século XXI. “Nós preparamos as crianças para desenhar as tecnologias e novidades do futuro e, para isso, elas terão que enfrentar muitos dilemas éticos que só serão possíveis se elas tiverem habilidades socioemocionais bem desenvolvidas”, explica o autor. Em sua palestra, os educadores foram convidados a se colocarem no lugar dos alunos, realizando dinâmicas em grupo para exercitar a empatia comportamental, cognitiva e afetiva.

Depoimentos das Escolas Parceiras

Fernanda de Morais – Colégio Mater Amabilis

Fernanda de Morais – professora aplicadora do Programa Semente no Colégio Mater Amabilis, em Guarulhos

É nosso segundo ano com o Programa Semente, e essa parceria é uma jornada de construção de pessoas melhores. A gente fala muito da educação do futuro e não tem como pensar em uma educação do século XXI que não passe pela construção de seres humanos mais empáticos e resilientes. Nós temos muito a expectativa de que com o aprofundamento do Programa no colégio os benefícios sejam ainda melhores para a comunidade escolar e individualmente para os alunos.

Maurílio Radicchi – COOPERELP

Maurílio Radicchi – coordenador pedagógico do Ensino Fundamental II e Médio do COOPERELP, em Lençóis Paulista

Nós procuramos o Programa Semente por conta de uma demanda, nós percebemos que os adolescentes estavam precisando de um exercício desse lado emocional. Nossa expectativa é poder levar para eles um trabalho de aprendizagem onde eles possam reconhecer suas emoções e controlar esse turbilhão de pensamentos que envolvem a idade e o período escolar. É um momento de imersão. 

Ana Paula Almeida – Colégio Santa Mônica

Ana Paula Almeida – gestora pedagógica do Colégio Santa Mônica, em Mogi das Cruzes

É o nosso primeiro ano com o Programa Semente, e eu me apaixonei desde que o conheci. A expectativa é muito grande e otimista. Eu acho que é um caminho necessário para os jovens, as crianças e as famílias de hoje, então será um grande diferencial na formação de todos eles. A reunião escolar que tivemos para apresentar o Programa foi a que teve o maior número de pais presentes nesses últimos tempos, é um assunto que interessa muito e eles estão ansiosos.

Ana Cláudia Buzzo e Maude Dalmético – Colégio Ilimit

Ana Cláudia Buzzo – coordenadora e professora aplicadora do Programa no Ensino Fundamental II do Colégio Ilimit, em Americana

O primeiro ano com o Semente, em 2018, foi muito produtivo, nós percebemos um engajamento muito grande das turmas, com mudanças visíveis no comportamento das crianças. Os pais sempre relatavam a evolução dos filhos em casa com relação ao autocontrole, domínio dos sentimentos e estimulando os adultos a fazerem o mesmo. Nós, da equipe pedagógica, também tivemos a oportunidade de aprender muito junto com eles. As novidades apresentadas vão agregar muito ao nosso trabalho.

Isabela Ferraz, Danielle Barsotti, Suelen Pinheiro e Glaucia Falchi – Colégio Conte

Suelen Pinheiro – coordenadora pedagógica do Colégio Conte, em São Paulo

Nosso colégio já fazia um trabalho voltado para a questão socioemocional, mas faltava um material que fundamentasse o nosso trabalho. Foi quando conhecemos o Semente que atendeu a tudo o que a gente esperava, então as expectativas são grandes, tanto da equipe como das famílias. Esse evento é muito importante principalmente porque nossa equipe pôde participar, e nada como motivar os professores para esse pontapé inicial do projeto.

Confira mais fotos do evento:

2019-01-24T15:19:03+00:00 Semente na Escola|