Programa Semente realiza 2º Encontro Regional de Formação

Programa Semente realiza 2º Encontro Regional de Formação

Escolas que adotaram o Programa Semente para 2018 e aquelas que estão estendendo a utilização do material estiveram presentes na última terça-feira, 23 de janeiro, no Hotel Nobile Paulista Prime, em São Paulo, para participarem do segundo Encontro Regional de Formação do Programa.

Professores, Coordenadores e Diretores de escolas de diversas regiões do país puderam aprofundar seus conhecimentos sobre aprendizagem socioemocional. Além disso, foi possível conhecer a proposta da metodologia do Programa, que, após o primeiro ano de operação, inicia 2018 com mais de 35 mil alunos atendidos em todos os estados brasileiros e completando o material didático para todo o ciclo básico, do 1º ano do Ensino Fundamental  ao Ensino Médio.

Fundador do Semente, Celso Lopes de Souza mostrou as bases científicas do Programa, evidenciando estudos internacionais que comprovam os impactos que o trabalho com as habilidades socioemocionais desde a infância podem ter ao longo da vida de crianças e adolescentes. “Assim como ensinamos física ou matemática, temos de ensinar nossos alunos a lidarem com as emoções e com sua capacidade de aprender a regulá-las”, afirmou.

Celso apresentou as bases teóricas do autocontrole e da regulação emocional, como o gráfico das emoções, concebido para o material do Programa, e que auxilia o aluno a desenvolver a alfabetização emocional.

Para cada nível, foram conduzidas atividades específicas, trazendo informações sobre a utilização do material, com orientações fornecidas pelos próprios autores. “Os professores que aplicam o Programa fazem parte da construção do nosso material. Por isso, essa troca constante de informações possibilita o aperfeiçoamento contínuo do nosso trabalho”, disse Eduardo Calbucci, autor e diretor do Programa Semente. 

Durante a programação, os educadores também puderam conhecer as novidades para 2018 e fazer o seu cadastro na nova plataforma do Programa Semente  www.programasemente.com.br.  A ferramenta será fundamental para o maior engajamento dos professores em sala de aula, e também, para possibilitar o acesso aos principais materiais audiovisuais que compõem as aulas.

Entre as principais novidades estão a atualização dos vídeos do aluno e também do professor; novas aulas no material, possibilitando a extensão do assunto para atender a demanda dos professores; nova programação visual que acompanha cada faixa etária (como formato do livro, ilustrações e fotografias). Além disso, o novo material é um volume único por ano, e não mais um por semestre, como era anteriormente.

Tania Fontolan, diretora geral do Programa, lembra que a finalidade do evento foi apresentar as propostas e o funcionamento do Programa, que tem como diferencial o apoio contínuo às escolas, por meio da aproximação entre autores, assessoria pedagógica e professores. “Ao longo do ano, a parceria às escolas seguirá por meio de reuniões presenciais e via Skype, eventos para toda a comunidade escolar, além de apoio pedagógico”, conclui.

Veja a seguir depoimentos de participantes do evento:

Fernanda de Morais – professora do Colégio Mater Amabilis (Guarulhos/SP)

“Nós adotamos o Programa Semente para auxiliar nossos alunos nessa formação do período da adolescência, para que ele tenha ferramentas que possibilitem o autoconhecimento, e também para conviver em sociedade de forma produtiva e em busca da própria felicidade. Nossa maior expectativa é atingir de fato os alunos para que eles consigam entender as vantagens de se autoconhecer”.

Magna Motin – diretora pedagógica do Colégio Ágape (Colombo/PR)

“O Programa Semente tem estratégias sólidas, não é só baseado em teoria, mas também na prática, possibilitando que o aluno exerça as atividades propostas. Essas são estratégias em que nós acreditamos que são eficazes e que podem resultar em uma mudança e um amadurecimento dos alunos”.

Ana Cláudia Buzzo – coordenadora do Ensino Fundamental II do Colégio Ilimit Education (Americana/SP)

“Com a nova Base Nacional Comum Curricular aderindo às competências socioemocionais, nós sentimos a necessidade de desenvolver essas habilidades específicas. Não tínhamos ideia de como esse material seria trabalhado em sala de aula, e o evento nos ajudou a clarear as ideias e a expandir os horizontes a respeito das aulas. Com isso a expectativa para os resultados frente às crianças no decorrer de 2018 só aumenta”.

Patrícia Barreto- diretora do Colégio Zerbini Coopen (São José do Rio Preto/SP)

“A educação hoje precisa olhar para as habilidades socioemocionais. Nós já temos a nova Base Nacional Comum Curricular trazendo as dez competências, onde 4 são da área socioemocional e nós não podemos ficar de fora. Hoje eu saio do evento enriquecida e com a convicção de nós fizemos a escolha certa em aderir ao Programa Semente! O próprio corpo docente da escola já está dizendo que todos realmente precisam conhecer, que os pais também precisam ter esse contato primordial. A expectativa é terminar o ano de 2018 com alunos muito melhores”.

Quer saber mais sobre o Programa Semente?

Entre em contato conosco: http://www.programasemente.com.br/contato/

Por Juliana Miranda e Nathália Di Oliveira

2018-01-29T10:28:57+00:00 Semente na Escola|