Aprendizagem Socioemocional

27 08, 2018

As habilidades socioemocionais e a importância da tristeza

2018-08-27T11:31:30+00:00 Semente na Escola|

A animação Divertida Mente levanta uma importante discussão em tempos de busca incessante pela felicidade utópica O filme Divertida Mente, vencedor do Oscar de melhor animação em 2016, trouxe uma discussão essencial para os nossos tempos: a importância da tristeza. No longa, as emoções de uma garota de 11 anos ficam confusas quando ela se muda para uma nova cidade. Raiva, Nojinho, Alegria, Medo e Tristeza são os personagens que vivem dentro da mente da menina, conduzindo seus sentimentos. A última terá papel fundamental no desfecho da história. É aí que está o segredo de sucesso do filme. Falar sobre emoções consideradas negativas é um tabu em nossa sociedade. Desde muito cedo somos ensinados a buscar a felicidade de forma incessante. Evita-se a todo custo a tristeza, como se a emoção fosse um monstro à espreita e estivesse dissociada da [...]

13 08, 2018

Como os smartphones podem ajudar os alunos na sala de aula

2018-08-13T13:42:02+00:00 Semente na Escola|

Desenvolver estratégias pedagógicas claras e saber dosar o uso dos dispositivos são os segredos para aproveitar didaticamente a tecnologia É indiscutível a mudança que os smartphones causaram no acesso à informação. As crianças e os adolescentes de hoje, que crescem em um mundo hiperconectado, têm uma familiaridade com os aparelhos que impressiona os adultos. Pouco tempo atrás, professores disputavam a atenção dos alunos com os aparelhos em um jogo de gato e rato. Agora, com os smartphones cada vez mais presentes no mundo contemporâneo, uma lei de 2017 permite que os dispositivos sejam usados em sala de aula. O desafio das escolas, no entanto, é aprender a como usá-los de maneira didática. Limites e clareza A primeira dica é levar tanto alunos quanto professores a desenvolverem o autocontrole. Pesquisas indicam que o vício em smartphones cresce em ritmo acelerado e [...]

9 08, 2018

Estimular a empatia nas crianças gera sociedade mais respeitosa

2018-08-09T11:04:32+00:00 Semente na Escola|

Educação socioemocional é o caminho para construir uma sociedade menos ofensiva; veja dicas Vivemos tempos em que a polarização ideológica faz com que a opinião do outro seja motivo de agressão. Na televisão, notícias escabrosas sobre roubos, assassinatos e crimes hediondos são tão recorrentes que parecem naturais. Na internet, a sensação de anonimato é um campo fértil para provocações e ofensas gratuitas. Tanta agressividade preocupa pais e educadores quanto à formação emocional das crianças. Como incutir valores como respeito, empatia e gentileza nos pequenos? A resposta está na educação socioemocional, que desenvolve habilidades essenciais para qualquer ser humano enfrentar a vida. Um dos pilares que estruturam a aprendizagem é a empatia, a capacidade de nos colocarmos no lugar do outro. É urgente que nossas crianças desenvolvam a empatia para que se construa uma sociedade baseada no respeito.  Desenvolvendo a empatia [...]

6 08, 2018

Dicas para estimular a aprendizagem socioemocional das crianças na escola

2018-08-06T12:30:55+00:00 Semente na Escola|

A infância é o melhor momento para aprender; confira dicas do educador Eduardo Calbucci O ser humano começa a aprender desde os primeiros dias de vida. Mamar no peito da mãe, responder a estímulos externos e brincar com outras crianças faz parte do processo. Se antes a escola era tida como um mero espaço de alfabetização, hoje ela compreende também o desenvolvimento de habilidades não cognitivas ou socioemocionais. Assim, valores como ética, cooperação com o próximo e respeito à diversidade são pautas educacionais que abrangem a aprendizagem. O professor tem papel fundamental nesse processo. Muitos, no entanto, têm dúvidas de como estimular a aprendizagem socioemocional nas crianças. Pesquisas mostram que brincar na infância aumenta a cognição e reflete em uma vida adulta mais feliz e saudável. Assim, é interessante que os pequenos participem de atividades lúdicas como jogos educativos. Para [...]

20 07, 2018

CLAUDIA: Saiba como identificar a ansiedade na infância

2018-07-30T11:03:12+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: CLAUDIA 10% das crianças e adolescentes apresentam os sintomas característicos do transtorno Vivemos em uma era em que as doenças mentais estão sendo cada vez mais conhecidas e discutidas. Uma delas, uma das mais comentadas, é a ansiedade. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), 9,3% da população apresenta os sintomas da doença. Um dos grupos afetados por esse mal são as crianças. Um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da USP revela que 10% dos pequenos são ansiosos em diversos níveis. Além disso, crianças possuem medos irracionais e se encontram em fase de constante amadurecimento, por isso são bastante suscetíveis a serem prejudicadas. Se seu filho(a) mostra-se exageradamente preocupado o tempo todo, sofre com dores de estômago, fadiga e chora intensamente sempre que você precisa sair de casa ou se distanciar dele(a), fique atenta: há algo errado! CLAUDIA conversou com Celso Lopes de Souza, psiquiatra e fundador do Programa Semente – organização que oferece materiais didáticos voltados para estudos de habilidades socioemocionais, no ensino [...]

8 07, 2018

Estadão: Avaliação de emoções e habilidades sociais desafia colégios particulares

2018-07-11T14:28:04+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: Estadão Escolas criam estratégias para examinar aspectos como resolução de conflitos e trabalho em equipe, previstos na Base Nacional Comum Curricular e consideradas importantes para formar os jovens Diretora do Programa Semente, que incentiva a aprendizagem socioemocional em redes públicas e privadas, Tania Fontolan vê desafios para medir essas habilidades. “Não se pode confundir com avaliações tradicionais. Tem de ser qualitativa, não quantitativa.” É preciso, diz ela, clareza sobre o quê se quer desenvolver. Em 2017, o Semente desenvolveu, com a Universidade Federal do Rio (UFRJ), um sistema de avaliação dessas habilidades, com base em questionários respondidos por 9,6 mil alunos. Veja mais...         

25 06, 2018

Como a escola deve lidar com a nova configuração familiar?

2018-06-25T13:24:24+00:00 Semente na Escola|

Diferenças do núcleo familiar é uma excelente oportunidade de desenvolver a empatia em crianças e adolescentes O conceito de família na sociedade contemporânea tem mudado com muita rapidez. Além da forma tradicional, que tem o pai e a mãe no núcleo da casa, hoje as crianças podem viver com apenas com um dos pais, ter a guarda compartilhada, ser criadas pelos avós, ter dois pais ou duas mães, conviver com meio-irmãos e etc. Dada às diferentes configurações do seio familiar, é uma preocupação atual das escolas saber como agir diante da questão. Muitas instituições, por exemplo, têm abolido as comemorações de Dia das Mães e Dia dos Pais para celebrar o Dia da Família. É uma oportunidade para incluir todas as crianças, entender as mudanças da sociedade e celebrar a diversidade. Desenvolvendo a empatia Do ponto de vista dos pequenos, [...]

21 06, 2018

Autocontrole em jovens gera adultos mais satisfeitos e com melhores empregos

2018-06-21T10:41:30+00:00 Semente na Escola|

Desenvolver na escola a habilidade de lidar com os próprios instintos ajuda a afastar crianças de problemas de conduta Em um estudo feito entre os 1960 e 1970, o pesquisador Walter Mischel reuniu algumas crianças para um teste. Sozinhas, elas deveriam resistir à tentação de comer uma guloseima posta à sua frente. Quem conseguisse aguentar por quinze minutos seria recompensado com dois doces. Algumas crianças não conseguiram esperar e devoraram a sobremesa. Ou seja, não tiveram autocontrole sobre o impulso da recompensa imediata. O mais interessante da pesquisa é que, quarenta anos depois, Mischel investigou a vida das pessoas que tinham participado do experimento. O resultado mostrou que as crianças que conseguiram aguardar os quinze minutos tinham empregos melhores, salários mais altos e estavam mais satisfeitas com a vida em relação ao outro grupo. A pesquisa pode ser encontrada no [...]

18 06, 2018

Como engajar os pais nas reuniões escolares?

2018-06-18T11:31:04+00:00 Semente na Escola|

Para Tania Fontolan, diretora-geral do Programa Semente, é preciso ter objetividade nos encontros Um dos temas mais discutidos na educação brasileira é a participação dos pais na vida escolar dos filhos – o que inclui desde comparecer às reuniões escolares até o apoio nas lições de casa. Pesquisas mostram que a família participa mais do assunto nos primeiros ciclos da educação básica. Conforme a criança vai crescendo, começa a haver um certo distanciamento por parte dos responsáveis. Para Tania Fontolan, diretora-geral do Programa Semente, há um saldo positivo nesse processo. “A criança precisa ganhar independência”, afirma. Isso não quer dizer que os pais devem ‘passar o bastão’ para a escola. Ao contrário, trata-se de um trabalho em equipe. Em geral, participar de reuniões escolares é um desafio para os pais e responsáveis que trabalham em tempo integral. Por isso, as [...]

14 06, 2018

Terra (Papo de Mãe): Copa do Mundo na sala de aula: como lidar com as emoções

2018-06-14T12:18:29+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: Terra - Papo de Mãe Evento mundial desperta sentimentos positivos e desagradáveis, como alegria, ansiedade, expectativa, raiva e frustação. Programa de aprendizagem socioemocional prepara estudantes para compreender a multiplicidade de emoções que surgem durante uma partida de futebol Levar a Copa do Mundo para a sala de aula é um recurso pedagógico eficaz, já que o tema desperta a atenção dos alunos e aumenta o engajamento dos estudantes nessa época. Em muitas escolas que ensinam aprendizagem socioemocional, o assunto está sendo trabalhado como recurso para estimular a compreensão e a análise sobre as emoções e domínios, como autoconhecimento, autocontrole, empatia, tomada de decisões responsáveis e habilidades sociais. Veja mais...