Educação

5 12, 2019

Como a gratidão influencia em nossas habilidades socioemocionais?

2019-12-05T11:53:24+00:00 Semente na Escola|

Sentimento, que está associado à empatia e à reciprocidade, reforça as interações e os laços entre as pessoas A gratidão é um sentimento de reconhecimento a alguém e, portanto, constitui uma emoção ligada ao relacionamento interpessoal e à capacidade de retribuição. Todas as culturas valorizam a gratidão. Já a ingratidão, pelo contrário, é desaprovada socialmente e pode até mesmo gerar exclusão social -- não saber reconhecer aquilo que se recebe de outra pessoa é considerado uma falha moral e um sinal de interação social inadequada. “A gratidão é importante para reforçar os laços sociais e os relacionamentos, além de ser um sentimento agradável para quem o vivencia”, explica Tania Fontolan, professora e diretora-geral do Programa Semente. Há uma série de estudos que comprovam que a gratidão gera bem-estar e felicidade tanto no indivíduo que ganha algo e agradece quanto em [...]

2 12, 2019

Jovem deve aprender a se reinventar para encarar os desafios do mundo do trabalho

2019-11-27T17:39:47+00:00 Semente na Escola|

Flexibilidade para se adaptar a mudanças e empatia continuarão sendo competências necessárias nas próximas décadas Com os avanços tecnológicos e as rápidas mudanças que ocorrem no mercado de trabalho, os jovens de hoje têm o desafio de se prepar para uma realidade que nós não sabemos ainda como será. Uma estimativa do Banco Mundial mostra que dois terços dos estudantes que atualmente estão na Educação Básica irão trabalhar, em algum momento de suas vidas, em profissões que nem sequer existem. “Durante muito tempo, as pessoas escolhiam uma determinada profissão quando estavam no final do Ensino Médio, trabalhavam naquilo durante 30 ou 40 anos e depois se aposentavam”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente, citando o escritor israelense Yuval Harari, autor do livro Sapiens: uma breve história da humanidade. “É bem provável que a geração que [...]

28 11, 2019

Herói x vilão: histórias que fogem do estereótipo têm mais a ensinar

2019-11-28T11:30:23+00:00 Semente na Escola|

Ideia é mostrar que a realidade não é maniqueísta, que as pessoas não são perfeitas e que elas podem aprender com os erros Narrativas que trabalham com personagens maniqueístas – em geral, histórias simplificadas e estereotipadas, em que há um vilão e um herói típico – nem sempre são as mais adequadas para estimular boas reflexões do ponto de vista da aprendizagem socioemocional. Isso porque as pessoas não são sempre boas ou ruins. “Como regra, não há vilões e mocinhos no mundo real. A realidade não é maniqueísta. As pessoas têm momentos em que elas se aproximam mais de comportamentos pró-sociais e outros em que agem de modo não tão apropriado assim”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente. Para ele, a reflexão que tem que ser feita deve mostrar que essas categorias de bem e [...]

21 11, 2019

Aprendizagem socioemocional proporciona espaço para reflexão e troca de informações

2019-11-18T12:14:35+00:00 Semente na Escola|

Adoção do Programa Semente no Colégio Progresso Bilíngue, em Campinas (SP), mostrou a necessidade dos alunos em falar sobre temas ligados a emoções e sentimentos O Colégio Progresso Bilíngue – Unidade Taquaral, em Campinas (SP), introduziu a aprendizagem socioemocional na grade curricular do Ensino Fundamental há um ano e meio. As aulas do Programa Semente acontecem uma vez por semana e, segundo a diretora da escola, Cristina Tempesta, os avanços registrados nesse período foram muito significativos. “Realizamos pesquisas com os alunos antes e depois da implantação do programa e vimos o quanto eles se desenvolveram em relação ao autoconhecimento e ao traquejo para lidar e se relacionar com os colegas”. A diretora conta que, ao adotar o programa na escola, logo ficou clara a necessidade que havia de abrir um espaço como esse, em que os alunos pudessem se sentir [...]

18 11, 2019

Conheça 3 obras que podem estimular a reflexão socioemocional dos educadores

2019-11-18T11:39:56+00:00 Semente na Escola|

Livros como “Garra”, “Mindset” e “O Foco Triplo” oferecem bom arcabouço teórico e servem como ponto de partida para uma melhor compreensão do tema Para os professores que querem se aprofundar na temática da aprendizagem socioemocional, Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente, sugere a leitura de algumas obras. Como há várias publicações no mercado sobre esse assunto, ele recomenda livros escritos por pesquisadores de universidades reconhecidas ou que tenham como base estudos dessas grandes universidades. “Livros que, embora tenham se tornado best sellers, são obras sérias e baseadas em pesquisas sólidas”. Uma das indicações do professor é o livro Garra - O poder da paixão e da perseverança, de Angela Duckworth, que fala, basicamente, da importância do esforço e da persistência para cumprir metas. Calbucci explica que ele ajuda a desfazer um pouco o mito de [...]

7 11, 2019

Como trabalhar a expressão das emoções com alunos do Ensino Médio?

2019-11-07T12:19:04+00:00 Semente na Escola|

É preciso conversar sobre essas questões, entender que os sentimentos são naturais e que podemos aprender algo com eles A adolescência é uma época de profundas transformações, em que é comum as pessoas terem mais dificuldade do que em outros momentos da vida em lidar com as emoções. “Os estudantes que cursam o Ensino Médio, em geral na faixa etária dos 15 aos 17 anos, não conseguem, muitas vezes, exprimir as próprias emoções da maneira como gostariam ou têm vergonha de expressar esses sentimentos”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente. Ele explica que os programas de aprendizagem socioemocional ensinam que as emoções, independentemente de serem agradáveis ou desagradáveis, são naturais. “Se, ao longo de séculos e séculos de evolução, as pessoas continuam sentindo medo, raiva, culpa, vergonha, tristeza, alegria, é porque essas emoções têm alguma [...]

28 10, 2019

Novas gerações têm o desafio de lidar com a incerteza

2019-10-28T13:18:37+00:00 Semente na Escola|

Transformações que ocorrem no mundo hoje intensificam a sensação de insegurança e a ansiedade em relação ao futuro As mudanças de geração – entendida como o conjunto das pessoas que nasceram numa mesma época e são, portanto, contemporâneas – têm acontecido, cada vez mais, em intervalos menores. “No passado, quando falávamos em gerações, nós nos referíamos a pessoas que tinham uma diferença de idade de 20, 25, às vezes, até 30 anos. Hoje em dia, percebemos essas mudanças em espaços de tempo mais curtos. Às vezes, em um intervalo de dez anos, a gente já trabalha com o conceito de gerações diferentes”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente. Para ele, uma das causas desse fenômeno está associada ao aumento da velocidade na circulação das informações, o que leva o mundo a passar por mudanças de [...]

24 10, 2019

Escola é ambiente adequado para falar de temas polêmicos com as crianças

2019-10-24T12:23:30+00:00 Semente na Escola|

Além das dúvidas serem comuns aos alunos de uma mesma faixa etária, os assuntos são conduzidos por profissionais de acordo com as necessidades dos estudantes Conversar com as crianças sobre assuntos considerados tabus, como sexualidade, depressão, suicídio, luto, abuso ou violência, é importante, mas muitos pais têm dúvidas sobre como abordar essas questões e sobre a escola ser o lugar certo para isso. Para Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente, a pior coisa que podemos fazer é nos omitir sobre esses temas. “Se não falamos na escola, que é um ambiente controlado, a criança vai tomar contato com esses temas em outros lugares sobre os quais não temos nenhum domínio, e isso é bastante perigoso.” O professor explica que conversar sobre essas questões no ambiente escolar tem algumas vantagens. Uma delas é que as crianças são [...]

21 10, 2019

O que as habilidades socioemocionais têm a ver com o meio ambiente?

2019-10-21T11:01:38+00:00 Semente na Escola|

Aprender a tomar decisões responsáveis inclui considerar os impactos das nossas escolhas para a natureza e para a coletividade Dois dos principais domínios da aprendizagem socioemocional são o autoconhecimento e o autocontrole, o que implica conhecer as próprias emoções e saber regulá-las. Mas as habilidades socioemocionais compreendem também saber identificar as emoções dos outros, entendendo quais são as necessidades das outras pessoas. É aí que entra a empatia. “Mas isso não basta, pois é preciso, ainda, equilibrar as duas coisas. Porque nem sempre o que é bom para a gente é bom para o outro, e nem sempre o que é bom para o outro é bom para a gente”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente. Ele acrescenta, ainda, um terceiro componente nessa questão: a preocupação com a sociedade, com o meio ambiente e com [...]

17 10, 2019

Professores devem estar preparados para enfrentar as dificuldades e os desafios do século XXI

2019-10-17T11:12:58+00:00 Semente na Escola|

Educadores precisam buscar atualização tecnológicas e didático-pedagógica; habilidades socioemocionais ajudam a lidar com as mudanças São muitos os desafios dos educadores do século XXI. Entender e acompanhar a revolução tecnológica, renovar a prática didático-pedagógica, desenvolver competências socioemocionais, incorporar as inovações, tudo isso tem feito parte do cotidiano dos professores e provocado impacto no dia a dia escolar. Frente a essa situação, os docentes devem buscar meios de se capacitar para poder lidar melhor com essas questões. “Os professores precisam dialogar com seu tempo. Isso implica em ler o contexto e buscar continuamente a preparação e a atualização necessárias para seu ofício, tanto no plano conceitual, quanto no tecnológico e, mais importante, no didático-pedagógico”, diz Tania Fontolan, professora e diretora-geral do Programa Semente. Como exemplo das dificuldades, ela cita a forte e constante mudança geracional e as transformações aceleradas, que se [...]