EuSouSemente

12 06, 2018

Como as habilidades socioemocionais nos ajudam nos relacionamentos amorosos?

2018-06-12T11:47:59+00:00 Semente na Escola|

O Dia dos Namorados chegou! Para entrar no clima conversamos com Tania Fontolan, diretora-geral do Programa Semente, para saber como cultivar relações saudáveis Você já ouviu falar em relacionamentos abusivos? São aqueles em que há violência psicológica ou física contra o(a) parceiro(a). Muitas vezes confundidas com zelo, essas relações têm paixões exacerbadas, ciúme doentio, discussões agressivas entre outros malefícios. Assim, como fazer com que as crianças e adolescentes de hoje se tornem adultos capazes de cultivar um relacionamento amoroso saudável? Um relacionamento requer que os envolvidos sejam capazes de identificar as próprias emoções, observando as afinidades e diferenças particulares e aprendendo a conviver com elas. Para Tania Fontolan, diretora-geral do Programa Semente, desenvolver a aprendizagem socioemocional é essencial para aprendermos a lidar com as emoções causadas pela paixão. Autoconhecimento é importante nos relacionamentos? “Preciso me conhecer: como funciono quando estou [...]

7 06, 2018

Perseverança é fundamental para atingir o sucesso?

2018-06-07T11:44:08+00:00 Semente na Escola|

A aprendizagem socioemocional mostra que ser perseverante é mais importante do que ter talento Você é feliz na sua profissão? Conhece alguém frustrado na carreira? Não desenvolver habilidades socioemocionais, como a perseverança, durante a infância pode refletir em adultos desiludidos com o trabalho. A boa notícia? Nunca é tarde demais para aprender competências essenciais a fim de obter sucesso na vida profissional. Um dos temas discutidos durante a aprendizagem socioemocional é a resiliência. O termo, que se disseminou no Brasil há pouco tempo, diz respeito à capacidade do ser humano de se adaptar à situações desfavoráveis. “Hoje sabemos que aqueles que têm sucesso na vida, tanto profissional quanto pessoal, não são necessariamente as pessoas mais talentosas, mas as mais perseverantes”, explica Eduardo Calbucci, professor e um dos criadores do Programa Semente. Assim, o sucesso depende muito mais de como lidamos [...]

5 06, 2018

Por que alguns alunos têm dificuldade em aprender?

2018-06-05T12:05:26+00:00 Semente na Escola|

Sentimentos negativos como ansiedade e raiva atrapalham o desempenho escolar; desenvolver as habilidades socioemocionais nos estudantes é alternativa O processo de aprendizagem se dá de forma diferente para cada aluno. Enquanto uns assimilam o conteúdo rapidamente, outros têm mais dificuldade em aprender determinadas matérias. A dificuldade em aprender costuma ser motivo de preocupação para muitos professores dentro da sala de aula. Os pais também ficam aflitos. O que pode ajudar a compassar o ritmo é a alfabetização socioemocional. De acordo com estudos internacionais, o desempenho escolar dos alunos que aprendem a gerir as próprias emoções de forma estruturada melhora consideravelmente. Estes têm mais facilidade em absorver os conteúdos curriculares. “Um aluno que está triste, angustiado ou com raiva dificilmente conseguirá se dedicar ao aprendizado de matemática ou português”, explica Eduardo Calbucci, professor e um dos criadores do Programa Semente. “Por [...]

28 05, 2018

Empatia favorece inclusão de crianças com necessidades especiais no ambiente escolar

2018-05-28T14:21:58+00:00 Semente na Escola|

Eduardo Calbucci, um dos criadores do Programa Semente, defende empatia como a principal conduta Um dos desafios da educação é a inclusão de crianças com necessidades especiais no ambiente escolar. Não é raro encontrar casos em que tanto alunos quanto professores têm enormes dificuldades na hora de lidar com a questão. Para Eduardo Calbucci, educador e um dos criadores do Programa Semente, a empatia é o melhor caminho para garantir a integração e gerar um ambiente de harmonia. “Assumir a perspectiva do outro, sobretudo quando estamos diante de valores diferentes dos nossos, é fundamental para viver em um mundo cada vez mais marcado pela diversidade. Exercer a empatia significa criar elos e estabelecer uma ponte com as pessoas”, explica Calbucci. A empatia é uma das cinco competências abordadas pelo Programa Semente, de aprendizagem socioemocional. “Ela diz respeito à capacidade de [...]

25 05, 2018

Nova Escola: “Habilidades socioemocionais são tão importantes quanto os rankings”

2018-05-25T14:26:22+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: Nova Escola Estudo aponta desempenho melhor dos alunos que passam por aprendizado dessas competências As escolas brasileiras terão de incluir as habilidades socioemocionais nos seus currículos, a partir de 2020, conforme prevê a nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Projetos como o Guia da Base - Competências Gerais e iniciativas como a do Porvir destacam a importância da aplicação dessas habilidades em sala de aula. Mas faltava um estudo que mostrasse o avanço dos alunos a partir desse aprendizado. Uma pesquisa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) aponta que alunos expostos a um aprendizado que inclui o desenvolvimento das competências socioemocionais apresentam um comportamento melhor e possuem mais autocontrole. Durante um ano, os pesquisadores acompanharam um grupo de 9,6 mil estudantes entre 10 e 17 anos. A partir do material desenvolvido pelo Programa Semente, o estudo mapeou o avanço nos níveis [...]

24 05, 2018

Plataforma online auxilia adultos na aprendizagem socioemocional

2018-05-24T14:21:00+00:00 Semente na Escola|

A Ostera foi desenvolvida pela equipe do Programa Semente e está em fase de testes O Programa Semente se prepara para lançar a Ostera, uma plataforma online de aprendizagem socioemocional. O conteúdo será composto por módulos que ajudarão o indivíduo a desenvolver o conjunto de aptidões necessárias para enfrentar dificuldades, lidar com as próprias emoções e se relacionar com os outros. Voltado para adultos, a plataforma poderá ser acessada por meio de computadores, tablets e smartphones. Por muito tempo acreditou-se que habilidades socioemocionais, como resiliência, empatia e capacidade de liderança, fossem competências inatas a alguns indivíduos, uma espécie de dom. Pesquisas internacionais, no entanto, apontam que tais capacidades podem ser desenvolvidas em qualquer idade por meio de conteúdos estruturados. Assim, a Ostera preenche uma lacuna nesse campo, colaborando com o desenvolvimento da inteligência emocional na vida adulta. Formação continuada da [...]

22 05, 2018

É possível dominar pensamentos e emoções

2018-05-24T11:53:45+00:00 Semente na Escola|

Eduardo Calbucci, professor e um dos criadores do Programa Semente, explica como domar ações desencadeadas a partir de sentimentos e emoções como raiva e medo É possível dominar pensamentos e emoções numa situação como essa: qual é a sua reação se, ao dirigir, um automóvel fecha seu carro repentinamente? A maioria das pessoas ficaria com muita raiva e xingaria o motorista. O que não nos damos conta nas atitudes do dia a dia é que entre uma emoção e uma ação existe um pensamento. Isso significa que o pensamento estrutura as emoções e, consequentemente, as ações que tomamos a partir delas. Assim, ao ser fechado no trânsito, o cérebro detecta perigo na situação e o pensamento de que o condutor é imprudente se externaliza através da raiva. O exemplo prático pode ser aplicado a muitas situações cotidianas, das mais banais [...]

18 05, 2018

O que o coordenador pode fazer para engajar o corpo docente

2018-05-24T11:54:36+00:00 Semente na Escola|

Desenvolver as habilidades socioemocionais com o corpo docente resulta em um grupo coeso que trabalha com propósito Fundamental no processo educacional dentro das escolas, o coordenador pedagógico tem entre suas funções orientar o trabalho dos professores. É ele quem forma o corpo docente de acordo com o projeto pedagógico da instituição - um desafio e tanto a ser enfrentado. Para isso, é necessário desenvolver habilidades como liderança e capacidade de se relacionar com o outro. Para Eduardo Calbucci, professor e um dos criadores do Programa Semente, o primeiro passo é o coordenador ter consciência da sua importância dentro da escola, já que o seu papel é muito maior do que apenas ajudar os professores a resolver problemas pontuais “Quando o profissional consegue a unidade da equipe, as pessoas se empenham muito mais para fazer o projeto pedagógico dar certo”, avalia. [...]

17 05, 2018

Aprendizagem socioemocional no Ensino Médio é demanda urgente

2018-05-24T11:55:47+00:00 Semente na Escola|

Competências já foram avaliadas pelo Pisa e começam a ser cobradas por empresas e vestibulares; estudante que desenvolve a aprendizagem socioemocional tem desempenho acadêmico 11% melhor A aprendizagem socioemocional, que compreende habilidades como empatia, responsabilidade e resiliência é essencial na vida de qualquer ser humano - e a escola deve se empenhar para inseri-la no currículo a fim de formar cidadãos emocionalmente saudáveis. Para especialistas, em meio à expectativa para a aprovação do texto final da Base Nacional Curricular Comum (BNCC) para o Ensino Médio, documento que norteará o que todos os alunos brasileiros devem aprender, o tema é uma das principais demandas. Celebrado por educadores, o ensino das chamadas habilidades socioemocionais será realidade para alunos do Ensino Fundamental, como propõe a BNCC para este ciclo. Segundo Eduardo Calbucci, professor e um dos criadores do Programa Semente, não há diferença [...]

10 05, 2018

Dr. Celso Lopes ministra palestra sobre a importância das habilidades socioemocionais do ponto de vista científico

2018-05-24T11:59:02+00:00 Semente na Escola|

O palestrante é educador e psiquiatra e um dos fundadores do Programa Semente Acontece no dia 15 de maio, às 19h, no Colégio Ágape, na cidade de Colombo, no Paraná, a palestra “Programa Semente: a importância das habilidades socioemocionais na formação de crianças e jovens”. O evento será conduzido pelo Dr. Celso Lopes, educador, psiquiatra e fundador do Programa Semente. A palestra é voltada a pais e professores. Na ocasião, o Dr. Celso apresentará as bases científicas do Programa Semente, que desenvolve o autoconhecimento, o autocontrole, a empatia, as decisões responsáveis e as habilidades sociais em crianças e adolescentes. O sistema de ensino atende atualmente cerca de 35 000 alunos e foi estruturado de acordo com o Casel, o principal centro de estudos de aprendizagem socioemocional do mundo. Em 2011, o Casel reuniu diversos pesquisadores em diferentes países para avaliar [...]