EuSouSemente

30 04, 2019

Comunicação não violenta pode ser ensinada dentro de sala de aula

2019-04-30T16:39:54+00:00 Semente na Escola|

A regulação da agressividade e o desenvolvimento de empatia são maneiras de desenvolver a técnica Conflitos podem ser causados não apenas pela divergência de opiniões, mas também pela forma como os argumentos são colocados dentro do debate. Quando diferentes convicções se chocam, muitas vezes as pessoas não conseguem se posicionar de forma a expor seus argumentos de forma assertiva e empática.  Pensando nisso, o psicólogo estadunidense Marshall B. Rosenberg se debruçou sobre essas questões e desenvolveu o conceito de Comunicação Não Violenta (CNV), um método que busca retirar a agressividade das entrelinhas do discurso. A Comunicação Não Violenta é trabalhada pelo Programa Semente dentro de sala de aula. O processo de aprendizado é ancorado no ensino da empatia e da regulação da agressividade. “Muitas vezes, o que ofende não é o que dizemos, mas a maneira como dizemos. A CNV [...]

26 04, 2019

Educação é declaração de amor à infância e à juventude

2019-04-26T10:55:49+00:00 Semente na Escola|

Comemorado em 28 de abril, Dia da Educação é uma oportunidade para incentivar educadores No artigo “A Educação ou A utopia necessária”, publicado em 2010 em um relatório da UNESCO, o político francês Jacques Delors diz que a educação é também uma declaração de amor à infância e à juventude. Isso porque os profissionais incumbidos dessa responsabilidade têm a tarefa de permitir que todos possam multiplicar suas potencialidades, ajudando na construção das relações entre “indivíduos, grupos e nações”. Comemorado no dia 28 de abril, o dia da Educação é uma oportunidade de refletir sobre como ela pode impactar não só a formação do indivíduo, mas de toda a sociedade. “A gente não sabe como será o mundo daqui a 30 anos. Por isso, assumir a responsabilidade de preparar as crianças para o desconhecido é um desafio e uma responsabilidade muito [...]

22 04, 2019

Metodologia é fundamental para levar ensino das emoções à sala de aula

2019-04-22T17:09:56+00:00 Semente na Escola|

Programa Semente está estruturado em cinco domínios que apresentam resultados concretos de impactos positivos na saúde mental A escola foi vista, por muito tempo, como um local essencialmente de transmissão de conhecimentos conceituais. No entanto, os gestores estão cada vez mais conscientes de que o ambiente escolar também é importante para formar jovens sintonizados com   desafios mais amplos da sociedade e aptos para transformar o mundo. Crianças e adolescentes precisam de um conjunto equilibrado de competências cognitivas e socioemocionais para serem bem-sucedidos. Por isso, uma metodologia de ensino consistente é essencial para desenvolver características como a participação política e social, e a confiança. Por meio do ensino de cinco domínios, o Programa Semente é um aliado não só para levar o estudante até a universidade, mas também para que ele tenha uma vida saudável e se afaste de comportamentos agressivos. [...]

15 04, 2019

Com ensino das emoções, pessoas com deficiência participam mais ativamente do ambiente escolar

2019-04-15T11:04:38+00:00 Semente na Escola|

Quanto maior a diversidade em sala de aula, mais preparados para o futuro estarão os estudantes Adaptar a estrutura física das escolas para a pessoa com deficiência (PcD) é fundamental para todos se sintam bem no ambiente escolar. Mais do que isso, o ensino das emoções possibilita inserir a PcD dentro da comunidade, fazendo com que ela se sinta efetivamente parte do grupo. Dentro de sala de aula, o conhecimento socioemocional leva ao aluno com deficiência o entendimento de que os limites são determinados por ele próprio, e não pelos outros. As lições sobre resiliência podem deixá-los mais preparados para os desafios da vida e ajudam a entender que esforço é mais importante que talento. E mais: que isso pode ser ensinado. “A pré-adolescência e adolescência são fases difíceis para todos, pois a relação que temos com nosso corpo fica [...]

9 04, 2019

Record News: Especialista analisa projeto de lei que pretende criminalizar jogos violentos no Brasil

2019-04-12T17:32:33+00:00 Semente na Mídia|

Data: 09/04/2019 Veículo: Record News Depois do massacre em Suzano, um deputado de São Paulo apresentou um projeto de lei para criminalizar o desenvolvimento e a venda de jogos violentos. Para falar sobre como esses jogos influenciam no comportamento dos jovens, o educador e fundador do Programa Semente, Eduardo Calbucci, conversou com o jornalista Heródoto Barbeiro no Jornal da Record News. Confira a matéria completa:

9 04, 2019

Direcional Escolas: Caso Suzano: Impactos psicológicos, saúde socioemocional e estratégias de segurança

2019-04-29T12:02:05+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: Direcional Escolas Data: 09/04/2019 Na primeira quinzena de março último toda a comunidade escolar brasileira se solidarizou ao brutal massacre ocorrido na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP). Diante do atentado, que culminou na morte de cinco alunos e duas funcionárias, a escola torna-se o epicentro de discussões e reflexões atuais: Como trabalhar a violência e os traumas psíquicos que envolvem essa tragédia? Ações pautadas nas habilidades socioemocionais são positivas nas mediações de conflitos nas escolas? O psiquiatra e fundador do Programa Semente, Celso Lopes de Souza, fala sobre o assunto. Confira a matéria completa no link.

8 04, 2019

TV Nube: Como a ansiedade atrapalha o jovem no mercado de trabalho

2019-04-10T15:14:06+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: TV Nube Data: 08/04/2019 A rotina corporativa é um grande desafio para muitos profissionais. Pressões, cobranças e sobrecargas podem incentivar e desenvolver a ansiedade nos indivíduos, trazendo empecilhos para os resultados da empresa. Para o educador, Eduardo Calbucci, por muito tempo, esse comportamento não era visto como uma questão a ser discutida. No entanto, essa perspectiva já está mudando. “O mundo está olhando para isso com mais cuidado e quem sabe controlar suas emoções, se torna mais completo em todos os sentidos”, considera. Segundo levantamento da OMS - Organização Mundial da Saúde, o transtorno considerado por especialistas como o mal do século já afeta 9,3% da população. Para Celso Lopes, psiquiatra e co-fundador do Programa Semente, o problema não é ter essa característica, mas o fundamental é entender controlá-la. Veja a matéria completa    

8 04, 2019

Por que crianças costumam ser mais empáticas que os adultos?

2019-04-08T11:26:01+00:00 Semente na Escola|

Segundo educador e fundador do Programa Semente, quanto mais conhecimento de mundo adquirimos, mais aprisionados podemos ficar, perdendo o olhar empático É comum ouvir que as pessoas, quando crescem, tornam-se menos tolerantes ou mais implicantes com os outros. Isso acontece porque, tendo cada vez mais contato com ideias preconcebidas, mais os adultos podem sofrer com a dificuldade de reconhecer a importância da diversidade. Já as crianças são, em tese, mais empáticas porque elas não têm ainda visões de mundo prontas e deixam o coração mais aberto para diversas questões. As crianças estão em processo de descoberta, formando-se como cidadãs e adquirindo responsabilidades, e a família é a primeira instituição social que influencia de forma significativa as visões de mundo que elas vão adquirir. “Os preconceitos são ensinados durante a vida nos processos de socialização”, ressalta o professor e fundador do [...]

4 04, 2019

Conhecimento socioemocional prepara educadores e gestores escolares nos desafios da profissão

2019-04-04T14:48:13+00:00 Semente na Escola|

Professores, supervisores e diretores conseguem promover uma convivência empática e construtiva ao ter contato com o ensino das emoções As habilidades socioemocionais, além de prepararem os alunos para os desafios do século XXI, também podem contribuir com o exercício da profissão. A ação dos educadores é totalmente relacional. Eles trabalham, normalmente, com vários alunos simultaneamente, cada um deles com características emocionais, valores e atitudes próprias. Fazer a mediação de tantos relacionamentos simultâneos não é simples. O próprio professor vivencia suas emoções e conflitos em meio à sua ação. Por isso, se compreende e controla suas próprias reações, tem mais recursos pessoais e profissionais para lidar com os conflitos inerentes às relações em sala de aula. Dessa forma, consegue promover uma convivência mais empática e construtiva entre os estudantes. Segundo Tania Fontolan, diretora do Programa Semente, para levar esse conhecimento para [...]

1 04, 2019

Canal Futura: Como cada escola deve trabalhar as habilidades socioemocionais?

2019-04-29T11:31:19+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: Canal Futura Data: 01/04/2019 Desenvolver as habilidades socioemocionais é uma das competências previstas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Nesta edição, o Conexão busca responder: Como cada escola deve trabalhar para implementar o desenvolvimento destas habilidades entre alunos e educadores? #Nem1PraTras #DiadaEducação #EducaçãoJá Apresentação: Karen de Souza Entrevistadas: Clarisse Andrade, professora Soft Skills FGV; Marta Relvas, neurocientista; Tania Fontolan, dir. do Programa Semente. Confira a entrevista completa: