ProgramaSemente

5 12, 2019

Como a gratidão influencia em nossas habilidades socioemocionais?

2019-12-05T11:53:24+00:00 Semente na Escola|

Sentimento, que está associado à empatia e à reciprocidade, reforça as interações e os laços entre as pessoas A gratidão é um sentimento de reconhecimento a alguém e, portanto, constitui uma emoção ligada ao relacionamento interpessoal e à capacidade de retribuição. Todas as culturas valorizam a gratidão. Já a ingratidão, pelo contrário, é desaprovada socialmente e pode até mesmo gerar exclusão social -- não saber reconhecer aquilo que se recebe de outra pessoa é considerado uma falha moral e um sinal de interação social inadequada. “A gratidão é importante para reforçar os laços sociais e os relacionamentos, além de ser um sentimento agradável para quem o vivencia”, explica Tania Fontolan, professora e diretora-geral do Programa Semente. Há uma série de estudos que comprovam que a gratidão gera bem-estar e felicidade tanto no indivíduo que ganha algo e agradece quanto em [...]

14 11, 2019

Como medir a satisfação dos pais com a escola?

2019-11-14T16:02:47+00:00 Semente na Escola|

Gestores devem abrir espaço para um diálogo aberto e franco nas reuniões escolares, realizar pesquisas e estar atentos à percepção das famílias em relação ao colégio Toda escola tem um projeto pedagógico que exprime as diretrizes de seu trabalho e a formação que pretende assegurar aos seus alunos ao longo do percurso na Educação Básica. “Nesse processo, ter as famílias como aliadas e testemunhas de que a formação prometida está sendo alcançada é uma das grandes recompensas que os educadores podem ter”, diz Tania Fontolan, professora e diretora-geral do Programa Semente. De acordo com ela, a boa percepção do trabalho da escola por parte das famílias faz com que elas reforcem e apoiem as propostas do colégio junto aos seus filhos. “E também os torna menos suscetíveis a mal entendidos em relação à prática escolar porque confiam no trabalho que [...]

11 11, 2019

Não fui bem no Enem, e agora?

2019-11-11T11:51:41+00:00 Semente na Escola|

Sem os resultados oficiais, imaginar o desempenho no exame pode ser precipitado; estudante deve considerar a experiência como aprendizado e focar nas próximas provas Passada a maratona de provas do Enem, é comum alguns estudantes desanimarem por pensar que não foram tão bem no exame quanto tinham planejado. Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente, alerta que isso pode ser uma precipitação e atrapalhar o desempenho nas provas seguintes. “Não é tão fácil assim o aluno descobrir se foi bem ou não no Enem. Afinal, os resultados só serão divulgados em janeiro. E, como o estudante não tem como saber o desempenho de seus concorrentes, é uma suposição imaginar se foi bem ou mal, sobretudo num exame corrigido por TRI (Teoria de Resposta ao Item), em que não necessariamente quem fez mais pontos vai ter a melhor [...]

7 11, 2019

Como trabalhar a expressão das emoções com alunos do Ensino Médio?

2019-11-07T12:19:04+00:00 Semente na Escola|

É preciso conversar sobre essas questões, entender que os sentimentos são naturais e que podemos aprender algo com eles A adolescência é uma época de profundas transformações, em que é comum as pessoas terem mais dificuldade do que em outros momentos da vida em lidar com as emoções. “Os estudantes que cursam o Ensino Médio, em geral na faixa etária dos 15 aos 17 anos, não conseguem, muitas vezes, exprimir as próprias emoções da maneira como gostariam ou têm vergonha de expressar esses sentimentos”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos autores do Programa Semente. Ele explica que os programas de aprendizagem socioemocional ensinam que as emoções, independentemente de serem agradáveis ou desagradáveis, são naturais. “Se, ao longo de séculos e séculos de evolução, as pessoas continuam sentindo medo, raiva, culpa, vergonha, tristeza, alegria, é porque essas emoções têm alguma [...]

24 10, 2019

Escola é ambiente adequado para falar de temas polêmicos com as crianças

2019-10-24T12:23:30+00:00 Semente na Escola|

Além das dúvidas serem comuns aos alunos de uma mesma faixa etária, os assuntos são conduzidos por profissionais de acordo com as necessidades dos estudantes Conversar com as crianças sobre assuntos considerados tabus, como sexualidade, depressão, suicídio, luto, abuso ou violência, é importante, mas muitos pais têm dúvidas sobre como abordar essas questões e sobre a escola ser o lugar certo para isso. Para Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente, a pior coisa que podemos fazer é nos omitir sobre esses temas. “Se não falamos na escola, que é um ambiente controlado, a criança vai tomar contato com esses temas em outros lugares sobre os quais não temos nenhum domínio, e isso é bastante perigoso.” O professor explica que conversar sobre essas questões no ambiente escolar tem algumas vantagens. Uma delas é que as crianças são [...]

10 10, 2019

Como se blindar dos julgamentos dos outros?

2019-10-10T10:27:02+00:00 Semente na Escola|

É importante diferenciar a crítica agressiva, que nada acrescenta, daquela que pode levar ao aprimoramento pessoal Uma frase famosa do filósofo existencialista francês Jean Paul Sartre diz que “o inferno são os outros”. Isso significa, grosso modo, que, quando nascemos, encontramos o mundo pronto, com suas regras de funcionamento e seus valores. E, ao passarmos pelo processo de socialização, temos que nos adequar a parâmetros que nem sempre vão ao encontro dos nossos desejos. Mas, como somos seres sociais e vivemos em grupos, é preciso sempre achar o equilíbrio entre nossa opinião e a opinião dos outros, entre as impressões que temos de nós mesmos e as impressões que os outros têm de nós. “Assim como não devemos adotar uma postura extremamente egoísta e individualista como se as nossas impressões fossem sempre mais precisas do que a dos outros, o [...]

3 10, 2019

Família precisa entender a relevância da aprendizagem socioemocional

2019-10-03T10:32:55+00:00 Semente na Escola|

Autoconhecimento, autocontrole e empatia são habilidades necessárias para as crianças e jovens enfrentarem os desafios do século XXI O mundo mudou, e educar as crianças e os jovens como antigamente não é mais possível nem desejável. Para enfrentar os desafios do século XXI, marcado pela revolução tecnológica, a educação deve considerar novos aspectos. “Os campos sempre associados ao universo escolar, como a transmissão de conteúdos, têm passado por uma reformulação. Muito do que antes se aprendia apenas no colégio está disponível hoje em qualquer smartphone que acesse um site de busca”, diz Tania Fontolan, professora e diretora-geral do Programa Semente. Isso abre espaço para que os educadores se dediquem a conteúdos mais relevantes e estruturais e à função social da escola, que é preparar os estudantes para conviverem com regras e com outras pessoas, diferentes deles e de suas famílias. [...]

30 09, 2019

Até que ponto a timidez da criança pode ser considerada um problema?

2019-09-30T10:29:33+00:00 Semente na Escola|

É preciso estimular a coragem e a curiosidade, mas a introversão não deve ser estigmatizada, pois também tem aspectos positivos Quando falamos em timidez e comportamento retraído na infância, é preciso cuidado para distinguir o que seria aceitável e comum para essa faixa etária do que realmente destoa do esperado. “Os pais têm uma tendência em comparar o desenvolvimento emocional, cognitivo e motor das crianças, mas não é tão simples fazer isso, principalmente em relação às crianças pequenas”, diz Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente. “Às vezes, numa sala de aula com alunos de quatro ou cinco anos, a diferença de idade pode chegar a quase um ano. Isso equivale a cerca de 20% da vida dessa criança”. Ele explica que uma pessoa tímida, em geral, apresenta dificuldade para iniciar um contato social, fazer novos amigos [...]

26 09, 2019

Comunicação entre pais e escola é fundamental para o desenvolvimento do aluno

2019-09-26T10:51:29+00:00 Semente na Escola|

Educadores devem acompanhar trajetória do estudante e manter família informada O contato permanente da escola com a família contribui para o bem-estar da criança ou do adolescente e favorece o aprendizado. Essa comunicação, se feita adequadamente, também evita que algumas questões ou problemas se acumulem e sejam relatados todos de uma só vez. “Sempre que o aluno pratica uma ação que pode ser considerada fora da curva, a família deve receber um aviso a respeito”, diz Tania Fontolan, professora e diretora-geral do Programa Semente. Ela explica que, se essa atitude for isolada, os pais são notificados para tomar conhecimento de que houve um descumprimento de regras ou comportamento inadequado. Mas, se for algo que esteja se tornando recorrente, a conversa para comunicar os pais sobre a percepção de que pode haver problemas maiores, não será recebida de maneira súbita e [...]

23 09, 2019

Habilidades socioemocionais ajudam a lidar com a insegurança

2019-09-23T10:25:29+00:00 Semente na Escola|

É importante que as pessoas entendam que esse sentimento é natural; reconhecer e aceitar as próprias fraquezas faz parte do processo de amadurecimento Quando falamos em insegurança, devemos pensar em algumas emoções que se misturam. Uma das principais é o medo. “Uma pessoa insegura, em geral, é uma pessoa que tem medo”, afirma Eduardo Calbucci, professor e um dos fundadores do Programa Semente. “E, para enfrentar o medo, é preciso coragem, esse é o antídoto.” Ele ressalta que isso não significa que uma pessoa corajosa não tenha medo. “Ela não age sem medo; ela age apesar do medo”, diz. Ele aponta que o excesso de coragem e de segurança pode ser negativo, pois pode levar a atitudes impensadas e inconsequentes. Do mesmo modo, o medo excessivo também pode ser perigoso. É o que acontece quando uma pessoa se retrai completamente [...]