ProgramaSemente

19 12, 2018

O que é possível aprender com as frustrações?

2018-12-19T13:55:51+00:00 Semente na Escola|

É necessário desenvolver a capacidade de lidar com as adversidades da vida Passar no vestibular, a pressão de ter emprego e uma vida bem-sucedida, sair da casa dos pais, ter um relacionamento estável: o mundo que cobra cada vez mais dos jovens. Tanta cobrança faz com que eles, muitas vezes, tenham frustrações ao não conseguir percorrer o caminho no mesmo tempo de seus amigos e colegas. Existe alguma forma que minimize as consequências emocionais das expectativas não alcançadas? Para Celso Lopes de Souza, educador e fundador do Programa Semente, o principal ponto a ser trabalhado é a resiliência, termo usado na engenharia, mas apropriado pelas ciências para designar a capacidade de sofrer impacto sem sofrer deformação permanente. “Nas ciências humanas, é a capacidade de não apenas superar as adversidades, mas aprender com elas. A vida pode trazer fracassos e frustrações. [...]

17 12, 2018

Metas para o ano novo devem ser plausíveis e mensuráveis

2018-12-17T11:44:27+00:00 Semente na Escola|

Definir prazos e metas ajuda a estabelecer as prioridades de 2019 O final do ano é o momento de fazer uma tomada de decisão mais profunda e de estabelecer novas metas para 2019. O planejamento, no entanto, deve envolver todo o conhecimento socioemocional, de forma que seja possível colocar em prática novas atitudes por meio de relações positivas e decisões responsáveis. Segundo o educador e fundador do Programa Semente, Celso Lopes de Souza, os planos de ano novo devem ser palpáveis para que possam sair do mundo das ideias. “É importante planejar em qualquer processo de conquista. Zerar placar e estabelecer objetivos são ações importantes nesta etapa. No entanto, eles precisam ser plausíveis, não adianta pensar em metas sem ter ferramentas para conquistá-las”, indica. Celso Lopes explica que a capacidade de antecipar e prever potenciais acontecimentos, adquirida através da aprendizagem [...]

10 12, 2018

Excesso de presentes pode prejudicar desenvolvimento da criança

2018-12-10T14:14:11+00:00 Semente na Escola|

Final de ano é uma oportunidade para reforçar valores de fraternidade e amor O Natal tem uma forte conotação de reforço de laços entre familiares e amigos, em torno de uma motivação religiosa, e que é concretizada com a troca de presentes. Ao assimilar as festas de final de ano apenas à aquisição de objetos, os pais, tios e avós podem acabar prejudicando, entre os mais jovens, o desenvolvimento da ideia de fraternidade que cerca esse momento do ano. “É importante vincular os presentes ao sentido religioso e simbólico da data, para que não se consolide a ideia do consumo pelo consumo. Para reforçar o sentido do valor simbólico dos presentes, é preciso colocar limites: de preço, de quantidade para que a criança aprenda a valorizar, a esperar por ele. Crianças que ganham muitos presentes o tempo todo tendem a [...]

6 12, 2018

Como levar os sentimentos despertados no final do ano para todo os dias de 2019?

2018-12-06T11:50:03+00:00 Semente na Escola|

Um dos grandes desafios da vida em sociedade é desenvolver empatia com pessoas desconhecidas, mas esse sentimento costuma estar mais presente no período das festas de fim de ano O ser humano por definição tem espirito gregário, vive em grupo. Como dizia Aristóteles, somos seres sociais. Laços de solidariedade são biológicos e existem em várias espécies, como abelhas, macacos ou morcegos. No entanto, é muito fácil ser solidário e empático com as pessoas mais próximas, como pais, filhos, amigos e parceiros. Um dos grandes desafios da vida em sociedade é também desenvolver esse sentimento com pessoas desconhecidas. É comum a solidariedade e a empatia estarem mais aflorados no mês de dezembro, época que convida para o abraço ao próximo e desperta o sentimento de mudança por um mundo melhor. Mas como prolongar esses sentimentos durante todos os meses de 2019? [...]

4 12, 2018

Não passei no vestibular, e agora?

2018-12-04T10:45:39+00:00 Semente na Escola|

Um dos maiores desafios na vida é aprender a lidar com expectativas não cumpridas Milhões de estudantes prestam vestibular todos os anos para concorrer a uma vaga entre as 2.448 instituições de ensino superior no Brasil. Segundo o Inep, só no Enem 2018 foram 5,5 milhões de pessoas inscritas. Desse total, muitos não estão fazendo o exame pela primeira vez e outros deverão repeti-lo no próximo ano. O aumento da concorrência, a falta de preparo e o nervosismo pode acabar com a não classificação do vestibulando. Como enfrentar o turbilhão de emoções causados pela eliminação? A primeira coisa é evitar uma caça às bruxas, não buscar um culpado para justificar esse acontecimento. “Normalmente, quando não conseguimos algo, há uma série de fatores envolvidos. Poucas pessoas conseguem na primeira tentativa. Existem muitos casos de estudantes que tentaram uma, duas, três, quatro [...]

29 11, 2018

Dizer não é fundamental para o processo de aprendizagem

2018-11-29T10:49:17+00:00 Semente na Escola|

A negação deve ser acompanhada de justificativa para a criança entender as consequências de suas ações Muitos pais se sentem culpados porque não têm muito tempo com os filhos e acreditam que a melhor maneira de compensar isso é dizendo sim a tudo o que eles pedem. Outros preferem satisfazer a vontade das crianças para evitar brigas. Dizer não, no entanto, é importante para o processo educativo e pode ajudar na formação de adultos mais responsáveis e mais conscientes. “O não é didático, faz parte do aprendizado porque é fundamental que a criança compreenda alguns limites da vida em sociedade. Se os familiares evitam mostrar esse limite, acabam passando a impressão de que o esforço e a determinação não são importantes para as conquistas”, afirma Eduardo Calbucci, professor e um dos criadores do Programa Semente Segundo o professor, o ‘não’ [...]

26 11, 2018

Aprendizagem socioemocional pode ser iniciada em qualquer idade

2018-11-26T11:51:22+00:00 Semente na Escola|

Melhor método de introdução ao conteúdo varia de acordo com a faixa etária Da mesma forma  como se aprende português e matemática, é possível ensinar a desenvolver habilidades socioemocionais, como empatia e autocontrole. E ao contrário do que a maioria pensa, esse aprendizado pode ocorrer em qualquer idade. Para Eduardo Calbucci, professor e um dos criadores do Programa Semente, a introdução à aprendizagem socioemocional deve acontecer de maneira clara e objetiva. “A primeira coisa é o professor saber explicar aos alunos o que vai ser ensinado. Dizer isso para o estudante de maneira explícita é fundamental”. Por exemplo, em uma aula sobre controle de raiva, é preciso entender a definição de raiva e como ela se estrutura a partir de nossos pensamentos. Essa discussão deve estar adequada à faixa etária de cada turma. Segundo Calbucci, a conversa com o estudante [...]

23 11, 2018

INSIDE: Celso Lopes é entrevistado no World Positive Education Accelerator 2018

2018-11-23T12:01:43+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: INSIDE - Canal Celina TV Data: 22/11/2018 Celso Lopes de Souza, fundador do Programa Semente, concedeu entrevista para o INSIDE, no Youtube, durante o evento World Positive Education Accelerator 2018, que aconteceu no mês de junho, em Fort Worth, no Texas (EUA). Em entrevista para a palestrante e especialista em psicologia positiva, Celina Joppert, Celso falou sobre como funciona o Programa Semente, desde a adesão das escolas, até o impacto da aprendizagem socioemocional nos alunos e professores. Confira a entrevista completa:

19 11, 2018

Como as escolas estão trabalhando para se adequar à BNCC

2018-11-19T16:17:12+00:00 Semente na Escola|

Instituições de ensino que deixarem aprendizado socioemocional de lado ficarão desatualizadas, alerta especialista Todas as escolas brasileiras, públicas e privadas, precisarão se adequar às propostas da nova Base Nacional Comum Curricular, a BNCC. O documento norteia o conjunto de conhecimentos que todos os alunos do país devem aprender ao longo da Educação Básica. Além de ensinar conteúdos de matérias regulares, como língua portuguesa, matemática, geografia e ciências, as instituições deverão ministrar também competências socioemocionais. Até dezembro de 2020, um comitê especial irá acompanhar a implementação da Base. Mas será que as escolas estão trabalhando para se alinhar ao novo momento da educação brasileira? Para Tania Fontolan, diretora geral do Programa Semente, o novo ciclo exige atenção especial. “A BNCC é objeto de muitas reportagens da mídia, o que aguça o interesse das famílias em saber se a escola está em [...]

17 11, 2018

Revista Educação: Inteligência emocional em sala de aula

2018-11-21T13:42:08+00:00 Semente na Mídia|

Veículo: Revista Educação Data: 17/11/2018 Programa Semente é destaque da edição de Nov/Dez-2018 da revista Educação: Desenvolver habilidades socioemocionais com a finalidade de os alunos lidarem com as próprias emoções é o objetivo do Programa Semente, cuja metodologia auxilia a diminuir a violência e até depressão. O Programa acredita que a saída para o bullying é ensinar empatia e que o perfil do estudante violento deve ser analisado para compreender o que o leva a tais atitudes. Leia mais